Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Estrela (ao meu avô)

Certo dia alguém me contou das estrelas que entre milhares delas no céu apenas uma tinha o brilho especial. E esta luz poderia ser definida apenas por uma pessoa que realmente acreditasse em seus poderes e transformações. Falou também que quando só podemos encontrar nossa estrela se formos capaz de primeiramente identificá-la dentro de nós mesmos, pois ela tem um poder muito especial, ela tem o poder de mudança. A sua estrelinha o acompanhará o resto de sua vida guiando seu caminho e colocando apenas pessoas significativas em sua vida (quem sabe até o grande amor tão sonhado por todos nós) e apenas a uma pessoa muito, muito especial é que pode ser contada a história de sua estrela. Junto a esta pessoa que um dia me falou de sua estrela (meu querido avô que me ensinou tudo o que sei sobre estrelas) fomos identificar a minha. Senti-me tão pequena diante daquela imensidão celestial e muito iluminada entre aquela cascata de estrelas quando de repente meu avô deu sequência a sua historinha: “todos nós temos um brilho especial e nós destacamos por essa luz aonde chegamos, existe também o momento certo para cada um de seus brilhos serem contemplado, nunca ofusque ninguém com essa luz, pois ela será facilmente perceptível, brilhará tanto que em certos momentos você nem acreditará que todo aquele esplendor é sua estrela te acompanhando. E que apesar de muitos não acreditarem, existe sempre alguém lá em cima que conhece o nosso coração e as nossas capacidades e que sabem o momento certo de fazer com que encontremos outra estrela que se tornará eterna em nossa vida”.
Extasiada de tanta luz e com meu coração cheio de muitas expectativas deitamos ao chão para contemplar o céu e avistar minha estrela guia.
Em cada estrela eu procurava um brilho diferente que encaixasse perfeitamente na historia que eu acabara de ouvir, mas em momento algum a estrela com tal intensidade apareceu. Foram noites e noite a sua busca. Por alguns dias acreditava que aquela historia não passava de velhos contos aprendidos por meu avô em sua velha tribo de origem, história que servia de meros emaranhados de belas palavras para acalentar os sonhos das índias que esperava pelo retorno de seus bravos guerreiros, ou apenas para reavivar as esperança daqueles que já haverá perdido.
Sem mais tantas expectativas, numas de minhas longas e admiradas visitas ao céu um forte brilho encheu meus olhos, fazendo-me sentir uma grande intimidade consigo, era uma luz nada igual a das outras estrelas que estavam a sua volta, abastecia-me de uma paz tão infinita que acreditei então ter encontrado a minha estrelinha tão desejada. Minha alma se implodiu de dor, pois naquele instante eu já não tivera a presença de meu avô junto a mim para que eu pudesse contar-lhe que depois de muita espera finalmente minha estrela já haverá aparecido.
Baixei a cabeça e uma lágrima rolou vagarosamente pelo meu rosto. Instantes depois parecia ouvir baixinho a estrela conversar comigo: “vendo seu coração aflito, sempre acreditando em tudo que te ensinei, vim te fazer companhia na busca de teus sonhos e de uma pessoa especial, a qual você repassará a história de sua estrela. Vim para entregar em sua linda mãozinha outra estrela que você procurava, mas quero te explicar que muito demorei porque procurava uma estrela que se assemelhasse a você e possuísse um amor tão puro e tão forte como esse contido em seu coração. Mas o GRANDE COLHEDOR DE ESTRELAS me revelou que não sou eu que tenho que escolher, mas você. Tenho apenas que protegê-la e não deixar nunca que você desacredite que existe uma outra estrela tão grande como você. Nunca vou te deixar sozinha, estejas onde estiveres, mas as decisões estarão sempre em suas mãos. E num momento exato essa que tanto procuras para seguir as galáxias com a sua estrela, irá brilhar só para você. ”
Acreditei fidedignamente naquilo que acabara de ouvir, acreditei ser meu avozinho apenas concluindo sua missão aqui na terra.
 
Coração Vazio
Enviado por Coração Vazio em 31/03/2010
Código do texto: T2169044

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Coração Vazio
Belém - Pará - Brasil
54 textos (3271 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/11/14 22:12)
Coração Vazio



Rádio Poética