Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Luva Negra II

Rio de Janeiro, 19/03/2001.

Aos mortais...

Dois anos atrás, em uma viagem de rotina a Taica, eu conheci Sócrates, um professor de filosofia. Nós ficamos amigos e entre conversas e outras, eu acabei abrindo o meu coração e lhe contando todos os meus medos e angustias. Eu lhe contei tudo o que sentia, abri o meu coração. Sentia-me segura o suficiente ao lado dele para fazer isso.
Ele entende, e como amigo, me amparou. Nós conversávamos praticamente todos os dias, e mesmo nos momentos de silencia ele me ensinava algo... Eu acabei me apaixonando, e depois ele também por mim. Mas nós não podíamos ficar juntos. Muita coisa me impedia de ficar ao lado dele, principalmente o meu medo.
Eu não sabia exatamente quem eu era. Não tinha formado o meu eu. Precisava me encontrar primeiro, descobrir quem eu era, o que eu queria de minha vida. Não queria mais ser aquela menina em quem todos mandavam e a melhor forma de fazer isto era ficando sozinha, ... Mas, eu tinha pensamentos avançados de mais para a minha época. Sócrates me fez ver coisas que a sociedade atual nunca aceitaria, principalmente eu sendo uma mulher.
Cheguei a me arrepender profundamente por ter feito as escolhas que fiz, por não ter feito o que meu coração me pedia. Não me casei com Sócrates por medo. Ele estava de viagem para a França e eu não quis lhe acompanhar, preferi esperá-lo. Mas não tinha o que esperar: ele morreu antes mesmo de viajar e eu enlouqueci. Não queria acreditar...  Preferi viver à sua espera a crer que fiz a escolha errada.
Hoje, estou em um lugar que poucos que lerão esta carta conhecem... Estou em um descanso eterno, ao lado de meu amado. Estou no Céu. O meu céu. Agora vejo que nunca é tarde demais para se ser feliz.


Carolina


Sabrina Souza Miranda, 19/03/2001.






Todos os direitos reservados, conforme LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.


Sabrina Taury
Enviado por Sabrina Taury em 23/10/2006
Reeditado em 28/10/2006
Código do texto: T271676

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sabrina Taury
Teixeira de Freitas - Bahia - Brasil, 33 anos
52 textos (18798 leituras)
2 áudios (2448 audições)
1 e-livros (39 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:41)
Sabrina Taury