Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIÁRIO DOS SONHOS - Pesadelo

Uma sombra dolente repousava na minha cabeça. E tudo que conseguia ver eram folhas caindo, num rio que chorava copiosamente o fim de suas horas.
Mais adiante vi um homem. E outro homem, morto. Quando me aproximei mais, o rio tinha se tornado lodo. E o homem virara demônio. O morto virara lixo.
Com medo, resolvi fugir o quanto minhas pernas agüentavam. Então fiquei defronte a uma bela casa. Bati desesperadamente, mas ninguém atendia.
Corri. Mas com tanta velocidade que nunca tive dantes. E vi uma criança, no meio de um parque, apanhando de um adulto. Ele gritava, xingava a criança de nomes baixos, parecia que era uma briga porque a criança tinha derrubado um copo com leite no chão. Depois a cena se transfigurou, a criança crescida matava outras crianças, como se houvesse um réquiem macabro ao som de lamentos pueris.
Não entendia mais nada. Vi aquilo e corri como um louco. Avistei um abismo. Caí nele, pensei comigo, estaria morto.
Levantei. Vi uma cena decrépita, vi homens se arrastando como vermes, comendo lixo, bebendo água preta. Vi crianças morrendo em pilhas de pus fedorento. E gente amontoada, como carnes em um abatedouro bizarro.
Moscas. Quer coisa mais pérfida que moscas. Elas se aglomeravam aos montes, querendo um pouco daquele festim macabro. Como parasitas, como vermes. Como lixo!
Diante de tal coisa, comecei a duvidar de meus sentidos. Estaria eu louco? Perdido o juízo?

Foi então que acordei e vi que tudo isso não era um sonho.
Fabio Melo
Enviado por Fabio Melo em 01/11/2006
Código do texto: T278996

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fabio Melo
Santo André - São Paulo - Brasil, 32 anos
799 textos (255239 leituras)
6 áudios (1607 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:17)
Fabio Melo