CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

“A Ultima Colheita”

       Em uma fazenda caminhava um Homem transportando sementes em um fardo pelo meio, ia ele e seu filho Ezequiel, um menino de nove anos que acompanhava seu pai por toda a parte naquelas terras do interior de São Paulo, durante seu trajeto o Homem tinha alguns cuidados com a semente que transportava na companhia de Ezequiel, menino esperto e muito curioso, porem, uma curiosidade saudável por se tratar das aves.
       Filho tenha cuidado para não deixar cair à semente no caminho, assim como nos, as aves também têm fome e por certo comerão antes que possamos plantar na terra o nosso alimento para a próxima colheita, o filho atento à preocupação de seu pai, pergunta com ar de preocupação, papai nos sabemos plantar e com isso podemos colher; mas os pássaros não semeiam, nem plantam o que será deles se nos não deixarmos cair uma só sementinha?  O papai meio desconcertado responde; filho na ultima colheita nos já separamos o alimento dos pássaros e das aves que vivem em nossos cativeiros, por isso não te preocupes com os pássaros, mesmo que o alimento guardado em nosso celeiro não seja suficiente, Deus por certo dará inteligência para eles buscarem em outra parte o sustento para suas vidas.
      O que Ezequiel não entendia é que o seu pai estava mesmo e preocupado com quantidade de pássaros que buscavam em sua lavoura um banquete, e isso vinha aumentando consideravelmente, porem o senhor Jair não queria passar a impressão de malvado para seu pequeno menino, o tempo foi passando e em reunião com os outros colonos da região decidiram que iriam buscar na prefeitura de sua cidadezinha o auxilio de profissionais competentes na área, foi quando o senhor Jair conheceu a jovem Daniela, uma bela moça que acabara de se formar em veterinária, Daniela tinha a cabeça cheia de sonhos, sua grande preocupação era com o meio ambiente, com a fauna da sua região, longe dela indicar um extermínio de pássaros nas roças daquele povo, o problema tinha que ser resolvido, disso ela tinha consciência, mas como? O pequeno Ezequiel entrando na sala aonde os adultos buscavam soluções, ficou ali parado por alguns instantes só ouvindo; um dava uma idéia, outro dava outro, quando o menino sabiamente chamou o seu pai e disse; papai, na ultima colheita, sobrou muitas espigas de milho, porque o senhor não as usa para alimentar os passarão la banda de cima do rio onde fica longe do plantio, assim os pássaros irão para la em busca de alimento e deixarão a nossa roça em paz, a jovem veterinária ouvindo o menino pensou um pouco e logo disse; porque não?  A idéia e boa, mas resta saber se tem bastantes grãos para todos os pássaros, então desviamos suas atenções, salvamos a colheita deste ano e preservamos a natureza, naquele ano ficou claro que da ultima colheita retirou-se muitas vantagens, inclusive em pouco tempo os pássaros que antes invadiam as lavouras foram embora dali e nunca mais o senhor Jair teve problemas, o tempo passou e hoje o Ezequiel também e veterinário muito feliz em sua profissão.

Joel Costadelli
Enviado por Joel Costadelli em 10/05/2011
Código do texto: T2961436

Comentários

Sobre o autor
Joel Costadelli
São Paulo - São Paulo - Brasil, 50 anos
806 textos (62448 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/09/14 23:16)