Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mínimos detalhes...

Ana Cláudia Magalhães, descrita como a mais bem sucedida dentista da cidade, conhecida pelo seu hábito de ligar para seus pacientes sempre que pode para saber como estão, e por conseguir assim muitos amigos.... porém, seu sorriso diário se esconde atràs de uma caverna de desespero, agonia, ou infelicidade....

Ana Cláudia Magalhães, dentista da cidade de Tinópolis, pequena cidade do interior de São Paulo, até hoje tão escondida que poucos conhecem. Ana trata seus pacientes com muita atenção e muito capricho, é uma ótima profissional, mas, algumas pessoas começaram a comentar....

Ana Cláudia Magalhães, linda, muito atenciosa, ótima dentista, sempre deu todo seu tempo ao seu trabalho, completamente dedicada aos seus pacientes, mostra a quem a olha um ar de profissionalismo, porém, agora baixo, olhar caído, sorriso apagado.....

Ana Cláudia Magalhães, muito profissional, dentista de primeira esta afastada por motivos pessoais, não se sente disposta a continuar seu trabalho por enquanto, na cidade pequena todos comentam seu recolhimento, não atende ninguém à uma semana, não liga para seus pacientes a mais de duas, sua clínica está fechada, qualquer um que passa por ali sente sua falta e ao mesmo tempo algo diferente....

Ana Cláudia Magalhães, desaparecida a um mês e meio, ninguém sabe onde está, ninguém a viu todo este tempo, sua clínica já fora investigada assim como sua casa, porém, nada se sabe.....

ENCONTRA-SE O CORPO DE ANA CLÁUDIA MAGALHÃES, DESCRITA COMO A MAIS BEM SUCEDIDA DENTISTA DE TINÓPOLIS, CIDADE PEQUENA DO INTERIOR DE SÃO PAULO, JUNTO AO SEU CORPO ENCONTRADO PRÓXIMO À MATA DE TINO, ABANDONADA A MAIS DE UM ANO, DESCOBRIU-SE TAMBÉM UMA CARTA ONDE ANA SE QUEIXAVA DE SOLIDÃO, SEU TRABALHO ERA MUITO BEM RECONHECIDO, ELA TINHA AMIGOS, PORÉM, SEMPRE QUE LIGAVA PARA SEUS PACIENTES ERA VISTA COMO BOA PROFISSIONAL, NUNCA COMO ALGUÉM QUE NA VERDADE QUERIA ATENÇÃO, SUA FAMÍLIA Á REGEITAVA PORQUE ELA NÃO CONSEGUIRA PASSAR NO VESTIBULAR DE JORNALISMO, E PREFERIU PAGAR FACULDADE DE ODONTOLOGIA AO PAGAR DE JORNALISMO, ÁREA QUE NÃO A AGRADAVA, DESDE ENTÃO A FAMÍLIA A TRATA COMO ZERO À ESQUERA OU UMA TRAÍDORA, ALGUÉM QUE NÃO QUIS SEGUIR OS PASSOS DO PAI E SEU ANTEPASSADO PORQUE QUERIA REALIZAR UM SONHO. ANA TAMBÉM SENTIA MUITA FALTA DE UM NAMORADO, ALGO QUE ATÉ ENTÃO NÃO CONSEGUIRA SIMPLESMENTE PORQUE NA PEQUENA CIDADE NÃO ERA VISTA COM ANA, MAS COMO DENTISTA OU DOUTORA ANA, TÃO RESPEITADA QUE NÃO PODIA NEM SER CANTADA NUM BARZINHO... ENTÃO...NUM ATO DE DESESPERO, ANA SE ENFORCA, EM UMA ÁRVORE ONDE CRAVOU A ESCRITA: "MORRI POR CAUSA DO MEU SONHO".

( Jamais conhecemos as pessoas o suficiente e nem somos capazes de saber suas verdadeiras intenções ou o que elas querem e sentem )
Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 02/07/2005
Código do texto: T30063

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25458 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 16:56)
Daiane Rodrigues