Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A ORIGEM DA FOLIA DE REIS

Conta à lenda que três sábios, astrólogos, descobriram uma nova estrela brilhando de forma diferente no céu oriental. Embora sendo eles de reinados distantes uns do outro, descobriram através do seu enigma que o nascimento de Jesus estava próximo a acontecer e que eles deveriam visitá-lo.
Souberam também, que a estrela indicaria o local onde nasceria aquele rei, prometido pelas escrituras que vinha sendo anunciado pelos profetas através dos séculos.  O Messias cujo poder dominaria o universo inteiro. Sem se comunicarem preparam seus camelos e partiram cada um de sua terra, seguindo a estrela que os conduziu ao mesmo ponto na entrada de Belém, onde não mais a viram após se conhecerem. Interrogados pela guarda real foram conduzidos ao palácio de Herodes.
– O que procurais? Indagou o rei - Procuramos o rei dos reis que segundo as escrituras nasceu nesta cidade de Belém!- Pois saibam que o rei aqui sou eu, e não há nem haverá outro rei com maior poder que senão o meu-, aqui eu sou a lei.
- Isso irá ser averiguado, se vossa majestade assim nos permitir! - Ide e procurai se encontrardes informe-me seu paradeiro para que eu também, o possa reverenciá-lo e lhe oferecer a proteção digna de um rei! Saibam que só vos concedo esta liberdade em troca de noticia deste rei. -Assim foi acordado.
Ao deixar o palácio eis que ressurge a estrela indicado o caminho dos prados fora da cidade donde se dava o pastoreio das ovelhas. O ambiente era mágico e convidativo, algo de muito especial os atraiu para as pradarias verdejantes numa colina pedregosa com suas grutas habitadas por animais. Deitado sobre a palha de uma manjedoura estava o menino sendo adorado por José e Maria. Os pastores tomados por uma estranha magia não entendiam o significado de tanta luz que os levaram a adorar aquela criança que nascera de forma tão natural, no entanto encheram de alegria os seus corações, a ponto de saíram espelhando a noticia numa imensa euforia positiva pela vizinhança. Mas vendo aquelas três personalidades nobres oferecendo raros presentes ao recém nascido puderam entender que se tratava de algo muito sublime e importante.
Ali os três Reis Magos se postaram ante a graça que invadiu a todos até os animais e aves do céu irradiavam alegria. Cumprida aquela missão os três reis teriam que retornar. Mas tiveram visões sobre a maldade do rei Herodes. E agora como passar pelas muralhas de Belém cuja guarda fora redobrada com o anúncio do nascimento do novo rei? Com certeza teriam que prestar obediência a Herodes cumprindo o acordo que negociaram por ocasião da passagem na cidade.
Com a ajuda de um velho protegido de Herodes, chamado Zacarias que tinha carta branca para ir vir livremente passando pelas portarias qundo bem quisesse. Os três magos colocaram mascaras e se caracterizaram de mendigos e acompanhados por um grupo pastores saíram de casa em casa, cantando o nascimento de Deus menino e pedindo esmolas nos arredores, e assim puderam atravessar a cidade sem maiores problemas.
Distribuíram os bens arrecadados com os pobres e seguiram o rumo à seus reinos. Zacarias retornou com os pastores com a mesma cantoria. E foi assim que nasceu a folia de reis.
  Quando Herodes se deu conta que fora enganado pelos magos convocou a criançada do sexo masculino, de o reino, até aos dois anos de idade, prometendo distribuir presentes. Matou a todos na maior crueldade marcando com sangue inocente a historia da humanidade. Salvou-se o menino Jesus com a proteção do anjo que o conduziu para o Egito, junto aos pais no lombo de um jumentinho.



geraldinho do engenho
Enviado por geraldinho do engenho em 04/01/2012
Reeditado em 08/01/2012
Código do texto: T3422291
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
geraldinho do engenho
Bom Despacho - Minas Gerais - Brasil, 72 anos
977 textos (62838 leituras)
7 áudios (734 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 15:52)
geraldinho do engenho



Rádio Poética