Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tarde da noite

Acontece sempre assim tarde da noite. É mais ou menos por essas horas que eu tenho as tais das "crises existenciais". Às vezes eu me pego desejando ter alguém pra mim só por ter mesmo, como quem quer uma calça ou um sapato, só porque todo mundo tem.
Aí ouço uma música bem depressiva, como horrores, apago alguns números na agenda do celular, excluo alguns contatos do MSN(maldita tecnologia, se fosse como antigamente eu rasgaria cartas. Muito mais melancólico!), faço promessas do tipo 'nunca mais vou ligar pra fulano' e choro. Choro um rio inteiro.
Então eu volto ao normal e vejo que eu não estou "pronta" e nem se quer com vontade de ser de ninguém. Eu nunca soube pertencer a ninguém, sou egoísta demais pra isso. Eu me quero só pra mim.
Eu quero um alguém pra cuidar de mim? Pra me amar, me respeitar e beijar a boca em noites de solidão? Quero sim, e como. Eu quero  sim alguém pra me amar, me fazer feliz.
Mas eu procuro, procuro e dentre os que insistem em me rodear eu não vejo ninguém que faça valer a pena desistir de todos os outros.
Denyse Barrêto
Enviado por Denyse Barrêto em 09/09/2007
Reeditado em 28/03/2011
Código do texto: T644530
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denyse Barrêto
Mossoró - Rio Grande do Norte - Brasil, 28 anos
115 textos (11542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 22:20)
Denyse Barrêto