Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM TEMPO DE ESPERA

UM TEMPO DE ESPERA

Mário Osny Rosa

De uma fatalidade um momento, mesmo que um acidente mude até uma rotina, que numa espera seja um dia da divina comédia.

Das atrocidades de um acidente que leva a paciente a um hospital e que só se ouvia falar ela vai ficar paralítica nunca mais vai andar, mas a magia de um médico muda toda a estratégia, que com amor cuida daquela doente e a devolve a vida e ao exercício de sua atividade.

Como antes era vivido, aquele encontro marcou uma fatalidade de um amor à primeira vista, que ficou segredado entre dois seres humano por muitos anos.

Ela jovem advogada solteira preste a noivar, ele médico bem casado, com sua vida definida.

Cada qual seguiu seu caminho, mas as amizades o continuaram era seu médico e ela sua advogada, nesses laços de amizades a vida continuava, numa cidade em que o calor humano não era tão intenso, pois tudo era distante era uma selva de pedra em que as distâncias tudo menosprezava.

E logo se passaram décadas daquele primeiro encontro, aquela distancia longe um do outro nunca esmoreceram seus laços de amizades, mas o tempo determinava um momento um novo fatal episódio abriu as portas para um fato novo em suas vidas o médico fica viúvo e abalado com a morte de sua esposa. Viajou num final de ano para uma festa de Réveillon numa bela capital.

Estava a bordo de um Iate assistia a queima de fogos antes da virada da meia noite e um acidente na beira da praia acontecia. Meses depois soube que entre as vitimas estava sua cliente, tudo logo parecia uma mensagem daquele primeiro encontro, daquele primeiro olhar em que deixou os dois fascinados num momento entre a vida e a morte, entre um ser que estava para se tornar uma inválida.

Qual foi a surpresa ela recebe um telefonema daquele que a salvou que relatou sua história e no final faz um pedido de namoro era tudo o que esperava na vida depois de tantos anos e ainda para marcar aquele momento seu amado escreve poesias registrando aquele momento.

Depois de muitos anos aconteceu o casamento com uma bela festa. E hoje os dois vivem felizes um amor amadurecido há muitos anos.
     
São José/SC, 28 de outubro de 2.007.
morja@intergate.com.br
www.poetasadvogados.com.br
Asor
Enviado por Asor em 28/10/2007
Código do texto: T713866
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Asor
São José - Santa Catarina - Brasil
1677 textos (38125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 23:56)
Asor