Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma história de Amor

Luanna era uma pessoa extrovertida e que fazia um bem sem medidas a quem estivesse do seu lado.De origem pobre,reconhecia seu lugar,como a mãe dizia,evitando criar laços com a alta sociedade,para não sofrer nenhuma humilhação.Precisando ajudar na renda familiar,e ainda terminando o segundo grau,sem nehuma qualificação específica,Luanna aceitou trabalhar na casa da antiga professora de História.O novo trabalho consistia em fazer todo serviço da casa e cuidar do bebê de apenas 4 meses.Sem medo de pegar no batente,ela foi,feliz da vida,para o trabalho,com a convicção de que todo trabalho é digno,principalmente quando você se dispõe a dar o melhor de si.Carismática como era,Luanna caiu nas graças de toda família.O pequeno bebê que a ela fora confiado,era uma gracinha e todos não tinham dúvidas que seria muito agradável a presença dela naquela casa.Tudo corria muito bem...Esforçada,Luanna dava conta de todo serviço e ainda cuidava do bebê como se ele fosse seu próprio filho.Uma semana depois,descendo do terraço cheia de fraldas que acabara de pegar no varal,ela deu de cara,quase uma trombada com um rapaz que nunca tinha visto por ali.Por alguns segundos,os dois ficaram parado,apenas se olhando.Uma emoção forte tomou conta dos dois naquele instante, e isso era quase que palpável.De volta ao mundo real,Luanna se desculpou e entrou rapidamente em casa,com o coração a mil.Quem era aquele estranho?Discreta como era,não ousou perguntar,mas logo descobriu que era Guilherme,o primo de sua nova patroa,cuja família morava no apê do lado.Esbarrar com Guilherme na escada começou a ser inevitável,e às vezes até parecia que não eram acasos,mas encontros planejados.O fato de se tocarem,meio sem querer,na escada estreita,projetava um avalanche de sentimentos dentro do coração de Luanna.O simples toque das mãos,o sorriso,as poucas palavras trocadas por educação,tinham o poder de fazer os corpos estremecerem...Sim,porque não era só Luanna que tinha aquela sensação de mariposas e borboletas na barriga.Guilherme dava indícios de que sentia o mesmo.Com o passar dos dias,eles foram criando um laço de intimidade e de afeto.Luanna marcava o horário que Guilherme chegava da Faculdade e inventava alguma coisa para fazer na rua,apenas para descer as escadas e encontrar com ele,que sempre parava para brincar um instante com o priminho.No entanto,enquanto fazia cócegas no bebê,seus olhares se encontravam e se acariciavam por segundos que pareciam eternidade.Luanna começou então a ficar aterrorizada.Ela sempre tomou conta dos seus sentimentos,não podia se apaixonar agora por aquele riquinho,primo da patroa,que com certeza,traria sofrimento pra sua vida.A luta para fingir que ele não estava ali,começara!Disposta,Luanna fingia não vê-lo,evitava os encontros "casuais" na escada,enfim;queria esquecê-lo,mesmo sentindo o coração gritar dentro do peito sua insatisfação.Guilherme,notando a frieza de Luanna,começou a procurá-la,com desculpas, dentro da casa onde trabalhava.E na maioria das vezes que isso acontecia,eles estavam apenas acompanhados do pequeno Víctor.Aquela proximidade machucava Luanna.Ela já não aguentava mais fingir uma frieza onde existia uma chama ardendo..queimando...antecipando o inevitável.E dois meses após se conhecerem,em uma visita de Gui ao "Victor",eles se olharam nos olhos mais uma vez e um beijo aconteceu.Um beijo desesperado,cheio de volúpia,de paixão e de carinho ao mesmo tempo.Parecia que eles eram um casal que outrora já haviam estado juntos e que agora simplesmente,se reencontravam.Beijo esse que durou uma eternidade!Quando Luanna caiu em si,deixou se cair no sofá,com o coração prestes a explodir.Gui sentou-se do seu lado e começava a se desculpar quando mudou de idéia e disse que só tinha feito o que sonhara em fazer desde o dia que conhecera Luanna.Aporoveitando-se do silêncio dela,ele simpesmente a beijou novamente.Sem forças para resistir,Luanna se entregou àquele momento.Recompostos,converaram sobre o que estava acontecendo.Enquanto ele abria o coração,ela se mantinha na defensiva.Ele era o "filhinho da mamãe",que tinha uma vida totalmente oposta à que ela até então experimentara.Ela era a garota da periferia,que lutava com dignidade para realizar seus sonhos,que conhecia de perto a pobreza e a discriminação pela sua cor.Ele disse que nada disso tinha real importância.Estava apaixonado e jamais ia permitir que a diferença social,racial e religiosa os impedisse de viver uma grande história.Luanna concordou com ele..Também estava apaixonada,mas naquele momento,preferia não dizer nada a ninguém,pra não gerar conflitos.Luanna e Gui começaram a se encontrar às escondidas e descobriram milhares de afinidades.A paixão crescia à cada novo encontro.Os corações batiam descontroladamente,bastava uma lembrança,um sorriso,um toque.Esconder os encontros era fácil.Difícil era esconder os sentimentos.Até mesmo um cego poderia ver o brilho nos olhos daqueles dois.E como eles sabiam que ia acontecer,dois meses depois daquele primeiro beijo,a história veio à tona.Os pais de Guilherme procuraram os patrões de Luanna e pediram que a demitisse,afinal,se eles estavam tendo um "caso",no mínimo usavam aquela casa para seus encontros.Procuraram também a família da moça pra dizer que ela nunca faria parte da família deles e que aquele era um golpe baixo e difícil de dar certo.Os patrões de Luanna que já a adoravam e confiavam nela,decidiram apenas conversar para que as coisas ficassem esclarecidas.Jamais iam demiti-la porque tinha um envolvimento com o primo rico,uma vez que isso não atrapalhava seu desempenho no trabalho.A família de Luanna quase morreu do coração.Não queriam a filha envolvida com "aquele povo metido a besta".Mas a despeito de tudo e de todos,eles resolveram lutar por aquele sentimento;queriam provar que tinham muito mais que um simples caso;queriam provar que estavam apaixonados e que ficariam juntos,independente da vontade contrária das pessoas,que não sabiam o que se passava na mente e no coração daqueles dois...Assim como Luanna,Guilherme nunca havia se apaixonado de verdade e aquela sensação era novidade para eles.E eles não iam jogar fora uma oportunidade única como aquela:oportunidade de conhecer de perto o verdadeiro Amor!Enfrentando dificuldades,problemas de todos os lados,mentiras,controvérsias,fofocas,eles se mantinham de pé,descobrindo todas as delícias de amar e ser amado.Muitas coisas aconteceram pela primeira vez na vida dos dois.Pela primeira vez se envolviam com alguém de fora dos seus círculos sociais;pela primeira vez colocavam o coração em uma relação,pela primeira vez não ouviam a voz da razão e pela primeira vez eram felizes de verdade.Pela primeira vez também,Luanna tinha seu corpo tocado de forma íntima,explorado cada pedacinho com delicadeza e perfeição.Aquilo era um sonho!E se entregar completamente aos encantos do Amor,não foi difícil.De uma menina,Luanna se transformou em uma mulher realizada ao lado de um homem maravilhoso.E aquela ventura parecia que duraria para sempre.Conformados,as famílias pararam por fim de implicarem com aquele romance.Perceberam que estavam felizes e não abririam mão daquela felicidade por nada nesse mundo.O tempo passava rápido demais.E o Amor daqueles dois só aumentava mais e mais...Eles mergulhavam cada vez mais fundo em um mar de amor,ternura,respeito e prazeres infinitos.Luanna sentia que por fim encontrara seu príncipe encantado.Juntos,fizeram planos de se casarem e terem filhos...e acreditavam que seriam felizes para sempre...No entanto,alguma coisa aconteceu no meio do caminho...Alguma coisa se perdeu... E o maior receio de Luanna,seu maior pesadelo,aconteceu...Guilherme se interessou por uma amiga da sua família,nascida e criada no mesmo meio que ele.Confuso,com a torcida de seus pais,com encontros tramados,ele foi fraco e acabou cedendo...Poxa..era só um momento...ninguém precisava ficar sabendo.Mas como toda pessoa apaixonada,ele começou a ficar estranho,com sinais de insegurança que acompanha todo mundo que engana alguém..."Se eu tive coragem de fazer,será que ela teria também?"..No caso de Luanna,a respota era Não!Mil vezes Não!...Percebendo a mudança de Guilherme,Luanna acabou ficando um tanto quanto desconfiada,mas não quis fazer nada que fosse interromper a magia daquela paixão.No entanto,logo arrumamam uma forma de deixá-la a par do que estava acontecndo.Marcaram um encontro entre Gui e sua amiga e disseram pra Luanna onde ela poderia ver o namorado com a nova aventura.Por alguns minutos,Luanna pensou em não ir..de repente era melhor não saber de nada...Mas ela era curiosa...Não resistiu e foi.E foi com enorme desespero que ela chegou no lugar combinado  e deu de cara com o Amor da sua vida nos braços de outra mulher.Luanna olhava para os dois totalmente sem reação.Ela não podia acreditar no que estava vendo...Mas estavam ali...aquela cena era real.... E o impacto daquela visão mexeu com todos sentido da moça.Trêmula,ela queria sair correndo dali,fugir pra bem longe,mas não conseguia.Nesse momento,Guilherme a vê parada,com lágrimas sentidas rolando pelo rosto.Quando ele saiu em sua direção,como por um milagre,ela conseguiu sair daquele local .Guilherme tentou segui-la,mas achou melhor deixar pra conversarem quando ela estivesse mais calma.Passou o resto da noite angustiado,sem saber o que fazer ou para onde ir.Luanna,ao sair dali,foi direto pra casa de uma amiga,pois não queria que os seus pais a vissem naquele estado e dissessem a horrível frase:"Eu avisei."Seu mundo havia desabado.Seus sonhos,como cristal que cai,haviam se despedaçado em mais de mil pedaços.E o pior era que ela teria que conviver com a presença de quem tanto amava e causara tanta dor,todos os dias,pois ainda trabalhava no mesmo local.A proximidade do dia-a-dia,as tentativas de explicações dele,a saudade,vontade de ter novamente o corpo acariciado por aquelas mãos quase a enlouqueciam.Mas ela não poderia ceder tão facilmente.Nunca perdoara traição desse jeito.Acreditava que ninguém era obrigado a ficar com ninguém,mas também não precisava enganar,bastava dizer que estava interessado por outra pessoa.Guilherme a cercava de todos os lados.Dizia que tinha sido uma armadilha e até fez a própria mãe se desculpar.O sofrimento causado pela ausência daquele homem em sua vida,era tão grande,que Luanna acabou voltando atras na decisão de nunca mais tê-lo.Ela viu que o nunca mais é muito tempo e que jamais conseguiria ficar tão longe assim da única pessoa que conhecia cada detalhe do seu ser.E eles voltaram.E parecia que o Amor de então era bem mais forte e mais bonito.A cumplicidade cresceu.Começaram a mobiliar um apê para morarem juntos.Tudo era feito a dois.Os carinhos,carícias compensavam aquele momento tenebroso passado distantes um do outro.A felicidade novamente sorria pra aqueles dois.A vida,o universo conspirava para que tudo desse certo.Quando Luanna optou por confiar e dar uma nova chance,não sabia,mas era a melhor decisão que havia tomado até então.Luanna e Guilherme viviam momento incríveis juntos.E realmente parecia que nada ia mudar aquele quadro.Até que um dia ,voltando do trabalho,Guilherme foi surpreendido por um tiroteio e ficou no meio do fogo cruzado.E ele não queria pensar em mais nada além de arrumar uma forma de sair dali ileso e ir correndo para os braços de Luanna...No entanto,quando menos esperava,Guilherme sentiu o impacto de uma bala atingir seu peito...Ainda pensou em Luanna...e no instante seguinte,tudo ficou escuro.Enquanto isso,longe dali,Luanna aguardava impaciente a chegada do namorado...Queria abrir junto com ele o resultado do teste de gravidez que fizera naquela tarde.Foi quando o telefone tocou............................................................................
Parecia um sonho...não...um pesadelo.Como aquilo pudera acontecer?Guilherme fora vítima de uma bala perdida,chegara com vida no hospital,mas não resistira.Ainda teve tempo de dizer uma última palavra,que saiu em um sussurro:Luanna.............
Guilherme morreu e a vida de Luanna nunca mais foi a mesma.O fruto do Amor dos dois nasceu alguns meses depois.João Guilherme...Uma criança linda,que veio ao mundo pra unir as duas famílias e ficar como marca eterna de um amor inesquecível.Hoje,Luanna continua caminhando pela vida e lutando pelo único motivo que tem pra continuar nesse mundo,o filho.Não superou a dor de perder seu grande amor para o destino e jamais vai superar.Mas,dentro do seu coração,existe a certeza de que Guilherme de alguma forma está ali,nas coisas simples do dia-a-dia.Olhar para o filho,faz todos que conheceram Guilherme enxergá-lo na pessoa do pequeno João...Como se ele fosse uma miniatura do pai que ele nunca conheceu.E isso traz um pouco de conforto para aquela mãe,que não deixa de pensar em como adoraria ver o brilho de alegria nos olhos do seu amado,naquela tarde,quando desse a notícia da sua gravidez.No entanto,alguém (Destino ou Deus) quis fazer de forma diferente.E como ela poderia se revoltar?O que ela podia,fazia todas as noites:Olhava para o céu e pedia forças ao Criador para educar o filho como mãe e pai...E pedia a Ele que dissesse a Guilherme que ela sempre o amaria...E que a história dos dois foi tudo de mais lindo que aconteceu na vida dela.E mesmo não tendo um final feliz,ela ia tentar correr atras dos sonhos dele,por ele...E silenciosamente,promete ao seu coração que jamais vai esquecer do amor de uma vida,que mudara toda sua existência!
Beth Ribeiro
Enviado por Beth Ribeiro em 07/12/2007
Código do texto: T768591

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Beth Ribeiro e o site www.recantodasletras.uol.com.br/autores/belafera). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Beth Ribeiro
Natividade - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
77 textos (42143 leituras)
1 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 10:56)
Beth Ribeiro