Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O encontro sagrado...

Maria, mulher cansada, rosto marcado, vincado pela idade e pela tristeza, descia a avenida, chorava por dentro depois de mais um dia de trabalho forçado... Forçado pelo marido que tanto a maltratava, e a prendia nas ruas a mais uma noite de prostituição.
Andava, cabeça baixa, olhos inchados de sono, de choro, de tapas... de vergonha...de medo... terror...
Parou a frente um homem, maltrapilho... sem graça... olhar baixo...
-Já terminei o meu expediente hoje, chega, não vou sair com você...
O homem sem nada a dizer, ainda com sua cabeça baixa, cabelos que lhe cobriam a face, a segurou pelo braço...
-Me solta, seu nojento, não me ouviu...
Logo, o homem pegou o queixo de Maria e levantou sua cabeça fazendo-a olhar em seus olhos... Uma luz intensa surgiu e Maria ajoelhou-se...
A face do homem se iluminou de uma tal forma que toda a viela escura em que eles estavam irradiava luz branca, forte e pacificamente linda... Olhando nos olhos dela ele falou:
-Maria, porque choras?
Ela, muito envergonhada, permanecia no chão, aos prantos e soluços...
-Maria, levante-se...  Ergua-se agora...
Ela o olhou, enxugou as lagrimas e pediu perdão por tudo o que fazia... ele a olhou nos olhos por mais uma vez e disse:
-Filha minha, com o nome de minha amada mãe, vim somente para enxugar as suas lágrimas e não por este momento mas por toda a sua vida...
-Senhor, não sei o que fazer, meu marido me sustenta, faço isso porque ele me força, não para viver... ele diz que ele se sente bem assim, e é isso que importa... Se não fosse por ele não faria, mas ele me sustenta senhor, não tenho ninguém além dele...
Jesus passou suas suaves mãos sobre o rosto de Maria e disse:
-Tens a mim, Maria, tens a mim...

Logo, a luz se apagou depois de um raio forte, Maria fechou os olhos e ao abri-los novamente ele já tinha desaparecido.
Caminhou... e no meio da caminhada caiu, desmaiou, ficou ali...
- Amor, acorde...
Maria acordou, muito bonita, jovem, numa casa confortavel ao lado de um amor juvenil, rejeitado por motivos banais...
Ouviu vozes de crianças, viu duas lindas meninas entrarem em seu quarto e pularem em sua cama... Gritavam: "MAMÃE"...
Então, Maria, ouviu... em seu coração:
-Dei-te uma nova chance, agarre-a minha filha...
Daiane Rodrigues
Enviado por Daiane Rodrigues em 27/12/2005
Reeditado em 27/12/2005
Código do texto: T90999

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Créditos (criação): Daiane Rodrigues. - Não é permitido usar esta obra para qualquer fim sem a permição da autora.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Daiane Rodrigues
Américo Brasiliense - São Paulo - Brasil, 27 anos
392 textos (25456 leituras)
1 áudios (108 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:30)
Daiane Rodrigues