Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A MADRASTA - CAPÍTULO I



    Ela começou a namorar tarde, por volta dos 17 anos. O primeiro namorado, magrinho que só mas mesmo assim ela gostava mais dele do que ele dela. Foi um relacionamento longo, de mais ou menos sete anos, chegaram a noivar até...
Não deu certo porque ela queria mais. Queria mais romance, mais criatividade, emoção e ele era meio sossegado e... magrinho.
Ela era bonitona, ajambrada, gostava de se cuidar. Negra cheirosa e vaidosa, não demorou a encontrar outro pretendente.
Só havia um problema: - ele era um pouco mais velho (15 anos os distanciavam) e o preconceito rondava-os.
Como trabalhavam na mesma empresa, logo surgiram os comentários, ora que era um casamento de interesses, ora que ela queria uma promoção, até aposta sobre quanto tempo duraria o “caso” fizeram.
As amigas que gostavam mais do antigo namorado, ficavam buzinando na orelha dela. Você é louca, quando tiver 35 ele já vai ter 50 anos, daqui a pouco o p... dele não funciona mais, aí nós queremos ver...
Ele morre de ciúmes de você, vai atrapalhar a sua vida, pense bem! Era o que todas diziam.
Contrariando todas as estatísticas, casaram-se. Ele achando que seus problemas tinham se resolvido e ela achando que seus problemas tinha começado. Quem acertou? Ela!
No dia do casamento nem um sorriso por parte de sua mãe, mau presságio? Talvez.
Mas de uma coisa ela tinha certeza, amava-o . Tinha com ele a segurança antes nunca sentida, o carinho sempre certo, o abraço carinhoso em todos os momentos...














CRISTIANE DONIZETE
Enviado por CRISTIANE DONIZETE em 04/02/2006
Código do texto: T107965
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
CRISTIANE DONIZETE
São Paulo - São Paulo - Brasil
25 textos (2985 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:43)
CRISTIANE DONIZETE