Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POLÍTICA

Ciência até atraente
Definição, ás vezes convincente,
Discursam tanto em
Democracia, sociedade, organização
Afirmam-se, mudança total,
De quatro em quatro anos
Armam ciladas para o próximo carnaval,
Prometem verdadeia transformação,
No entando nunca vi um projeto
Em favor do povão,
São aprovados em debates
Sem nenhuma conscientização.

Vereadores do "baixo clero"
Viram massa de manobra,
Quanto menor é o seu QI,
Melhor joguete...
Vamos aprovar isso aqui.

Sai ás materias,
Editadas em carta anônima e pequeno jornal,
As vezes, são colocadas em mural,
Nada para o bem comum, pouco para o social.

Líderes atraem luz pelos holofotes,
Formam grupos, buscam voluntários,
Convidam jovens, e pedem opinião,
Mas o resultado de cada encontro,
Já vai prontinho...
Só falta aprovar a farça da reunião.

O jovem fica tão empolgado,
Que solta sua dica.
Temos de construir novo partido,
Deixar a velha política de lado,
Ópa, os gatunos aproveitam esse embalo,
Envolve-os como peixinho dourado,
Com conchavo do poder, menos o povo,
Alguns encabulados,
Outros escondidos reclamam,
A minoria denuncia, mas sempre acaba em nada.

No passado não havia partidos,
Tal poder respondido pelas elites,
Tornando raro entendimento pessoal,
Haviam os que disputavam
E aqueles que desfrutavam.

Com o passar do tempo,
Disseram que o povo passou a participar
Das decisões políticas,
Fazendo sugestões e críticas,
E assim começou a formar,
Partidos, correntes de opinião.

Mais tarde, cria-se secretarias
Com a função, prestar favor aos parlamentares
Quando começavam a governar,
Com a intenção de manter unida,
Todas ás cadeiras, quando fossem assumidas,
Mas essa organização de hierarquia,
Dava medo só, em pensar
A gente se arrepia.

Foram surgindo os partidos,
Cada qual com sua filosofia,
Com aspectos gerais...
Uns do lado das origens,
Outros da legitimidade,
Em favor da tal democracia.

Não seguiam modelos teóricos
Atuavam de acordo com as circunstâncias,
Do fraco poder do povo falido
Foi ai que surgiram
Os diversos tipos de partidos.

Partido único,
Nasceu em decorrência do ser,
Com plena intuição,
Na tomada do poder.

Partido de ocasião,
Tenta transmitir forte conteúdo,
Ideológico, sobrevive
Ao lider com coesão,
Uma vez esgotado,
O lider desaparece,
Fatigado...
O regime lhe dá sustentação.

Tem o partido do interesse,
Reune somente, em época eleitorais,
Não há contestação aos cargos majoritários,
Sem burocracia, ao contrário, da filosofia.

Partido ideológico, traz visão integral,
Diante de atitude preconcebida, em favor do social,
Cada vez mais vem reduzindo, os "slogans"
E seus discursos num apelo emocional.

Partidos doutrinários,
Com programa coerente,
Defendem doutrina liberal social,
Estimulam a crítica e a análise,
Subdividem em quadros, a massa.

Quem defende o quadro,
Há preocupação...
Que serve de ponto, dando aos dirigentes
Uma boa formação.
Quanto aos defensores da massa,
Procuram sempre número elevado,
Numa total adesão. Pois a soma dos filiados lhe dá sustentação.

Segue assim esse resumo
Oferecendo informações,
Dessa complicada disciplina,
As vezes se apaixonam, sem visão
O novo e o velho coração.

Ai essa gente começa sua história,
Oferece cumprimentos, tapinhas e condolências
Em celebração de funerais,
Temtam salvar as aparências
Com aperto de mãos cordiais,
Ainda, se for na época
De eleições municipais.
Alci Santos Vivas Amado
Enviado por Alci Santos Vivas Amado em 08/04/2006
Código do texto: T135751

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alci Santos Vivas Amado
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil, 71 anos
238 textos (31034 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:54)
Alci Santos Vivas Amado