Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A LISTA MÓRBIDA

A LISTA MÓRBIDA

Existe lista de casamentos, de enxovais, de aniversários, de compras, de contas a pagar e a receber, mas será que alguém pensou em fazer uma lista mórbida? Sobre as pessoas que gostaria de dividir os momentos finais de sua carne exposta neste planeta? Quem você gostaria que olhasse para você nos momentos finais de sua existência, onde o caixão seria sua cama, coberto por plantas e com algodão no nariz. É um momento ruim para dividir com pessoas que não possuem intimidades, isto é certo, mas também não se pode privar os outros de prestarem uma pequena homenagem ao seu corpo.
Mas existem pessoas que não podem faltar, como amores, familiares, amigos, credores, inimigos, clientes, fornecedores, antigos companheiros de faculdade, fãs, fofoqueiras de plantão para poder conferir se há sua hora chegou de verdade.
O principal de todos são os credores, estes sim são fundamentais para poder conferir que a dívida morreu junto com o defunto, e os amores então, são indispensáveis. Aquele papo de que antigos amores não movem moinhos, pode acreditar que também não levanta defunto, porque se levantassem seria uma boa convidar todas mulheres que passaram pela sua vida, só tem que averiguar se no lugar onde será velado o seu corpo há espaço para todas elas, se houver é fundamental que sejam convidadas, assim o drama será mais completo a choradeira seria generalizada e todos poderiam verificar que a sua falta seria sentida, pelo menos no que se refere a amores passados,  pensões deixarão se existir, mesadas deixariam de ser pagas, alugueis de apartamentos para amantes vencerão, roupas não serão mais compradas e nem jóias, o padrão de vida de todas haverá de cair ou então terão que buscar outros amantes para poder proporcionar vida longa as futilidades femininas e aos prazeres carnais, que um amante a moda (bom de cama) pode proporcionar. Bom de cama pelo menos naquele último momento onde ele deitará e dormirá eternamente.
Os inimigos também são indispensáveis visto que são eles que movem o motor da luta empresarial, são eles que motivam os prazeres estruturais de uma empresa, são esses indivíduos que motivam um empresário a correr riscos, a alterar toda estrutura de funcionamento e visão futura de uma empresa, mas levando em conta todos os inimigos diários, ai a soma dos participantes desta despedida se eleva em muito. Já pensou juntar numa mesma sala amantes, credores e inimigos, não há defunto que agüente tanta rivalidade num mesmo momento, quem sabe assim o motivo para que o defunto ressuscite seja maior, mas se isto acontecer pode ser pior, já pensou ele levantar na hora em que todos estes desalentos estiverem na sala. Isto será um motivo maior para que ele continue no mesmo lugar em que se encontre. Num caixão, onde com certeza será mais seguro.
Mas o principal com certeza é a família, completa com os parentes próximos e os de graus mais distantes ou os bastardos, mas que também são da família. Amigos serão também bem vindos, só não gostaria de vê-los chorando, nem muito alegres, porque a minha falta deverá ser sentida por todos sejam eles familiares ou amigos, sem muita tristeza, mas também sem muita euforia, tudo tranqüilo e calmo. Como sempre foi em todo o percurso de minha vida.
Um homem está pronto pra partir quando plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho, bom seguindo esta teoria, filho eu tive até mais de um, são dois lindos amores de minha vida, dois homens (fazer o quê?), vou acabar meus dias amando dois homens, possuo o nome deles tatuado no meu braço esquerdo pra ficar perto do meu coração toda vez que for deitar. Escrever um livro, também já fiz mais de um “Violetas d’minha vida” e “Sangrando na alma”, mas entrar no mundo literário é mais difícil do que sempre pensei, as editoras são fechadas a novos lançamentos e novos escritores, preferem investir em autores conhecidos e famosos, nada contra. Mas acho que existe muita gente boa (como eu) que ainda está esperando uma oportunidade de ser descoberto, só me faltou plantar uma árvore, se isto não acontecer até a minha partida o meu sepultamento será a minha principal árvore que poderei plantar.

A todos os que se incluem nesta listas sintam-se orgulhosamente convocados a participarem de minha despedida carnal. Meu último pedido será direcionado aos meus credores, não levem as contas pro velório porque não poderei pagá-las.

Ricardo Muzafir --------------------- 28/09/2005

Ricardo Muzafir
Enviado por Ricardo Muzafir em 24/04/2006
Código do texto: T144682
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Muzafir
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 48 anos
28 textos (1623 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:54)
Ricardo Muzafir