Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O dilema de Simone - parte V 
Penúltimo capítulo, não deixe de ler!
Vincent Benedicto


Parte V

Willian – a nova paixão de Simone – trabalhava em uma multinacional e foi transferido para Alemanha por tempo indeterminado. Embora ele ligasse todos os dias, teria que ficar afastado da convivência com Simone.
A diretora administrativa – Simone – conhecia o profissionalismo de Rafael e seria muita injustiça de sua parte não contrata-lo. Rafael – já mais velho, amadurecido – prometeu a Simone que daria o melhor de si no trabalho. Porém, a convivência com Rafael balançou o coração de Simone mais uma vez! O tesão que Simone tinha por Rafael falara mais alto. Rafael estava mudado! Não queria mais saber de orgias, baladas noturnas, boates, discotecas – talvez quisesse impressionar Simone – que estava com os dois pés atrás, no seu novo relacionamento com Rafael. Simone abandonou a psicóloga e duas vezes por semana freqüentava a igreja do pastor que lhe vendera o bambu. Convenceu Rafael e o levou para igreja também. Tudo parecia caminhar rumo à felicidade, até que Rafael contratasse uma secretária executiva para o seu departamento. Uma jovem de beleza escultural, inteligente, sexy e com todos os atrativos que Rafael e Simone gostavam. Nas primeiras semanas ninguém comentou nada sobre Renata – a nova secretária – e continuaram a mesma rotina. Mas, desejo e fantasia sexual é uma tortura! Rafael teve sua primeira recaída. Lembrou-se do passado recente e resolveu viajar até ele. Boa pinta, diretor do departamento, bom de papo, não fez o menor esforço para conquistar Renata. Porém, como um bom garanhão, manteve a postura, não disse nada a Simone – que também estava tarada pela moça, mas atenta e seguindo religiosamente os conselhos do pastor – e começou um caso com Renata, às escondidas! Simone – como sempre, de olho em tudo – notou algo estranho entre os dois. Dobrou a vigilância e não deixou Renata e Rafael perceberem que a qualquer momento poderiam ser flagrados. Com a chegada de Renata, o departamento de Rafael superou  todas as expectativas da empresa. Nunca esse departamento foi tão organizado e produtivo, como na gestão de Rafael. Simone como braço direito da empresa, admirava isso e ao mesmo tempo sabia que o seu subordinado, além de predador, conquistador, pós-graduado em erotismo, seria no futuro um forte concorrente no setor profissional! (Tem um velho ditado que diz o seguinte: quando seu inimigo for maior... Junte-se a ele!). A preocupação de Simone, já não era só a busca pela felicidade, pelo amor, mas também pela sua permanência no cargo dentro da empresa. Claro que Simone tinha cartas de sobra na manga, para serem usadas como coringa, todavia, teria que usa-las na hora certa! O presidente da empresa, vendo que a situação era confortável, programou uma viagem de três meses à Europa e deixou Simone na presidência. Mas os ventos da * “lestada” estavam a favor de Simone. Na primeira semana atuando como presidente da empresa, Simone fechou um contrato milionário com uma empresa italiana, que além de promover a empresa no mercado, a colocou acima de qualquer funcionário do alto escalão. Simone agora é a toda poderosa mesmo! Além disso, as ações da empresa na bolsa de valores tiveram uma alta de 300%. (Dizem que: em time que está ganhando... não se mexe!).
Simone – um dia após a realização do negócio – voltou no pastor e comprou mais um bambu! (haja fogueira para agüentar Simone!). Rafael, mesmo sendo um mulherengo, está apaixonado por Simone. (Pelo menos é o que parece ou ele faz parecer). Não mudou sua rotina, acompanha Simone em sua caminhada para igreja, namoram, fazem sexo, se desmancham em prazeres, passeiam e estão se curtindo. Simone por sua vez, curte Rafael com a cisma de que ele tem um caso com Renata. Dois meses depois, Simone preparou uma viagem a trabalho para Rafael. Na sexta-feira, como era de costume, convidou Renata para tomar um chope e colocar as fofocas em dia!

Será que Simone resistirá à tentação ou seguirá os conselhos do pastor?
Por outro lado, Simone tem que pensar na possibilidade de sofrer um processo judicial por assédio sexual. (Caso ela tente levar Renata pra cama e esta não concorde).
E Rafael? Será que está realmente apaixonado por Simone, a ponto de se submeter a participar da mesma religião?
E Renata? Será que se abrirá com a Presidente da empresa? Afinal, não é sempre que o presidente de uma empresa convida um funcionário para um drink!
Como será o final desta?

Antes de publicar o próximo e último capítulo desta série, quero deixar um convite. Faça o final desta historia segundo a sua interpretação. Terei imenso prazer em publicá-lo.

O próximo capitulo será o último desta série! Aguarde!

* “Lestada” é um vocábulo usado pelos pescadores e significa que o tempo vai se firmar. Daí a expressão “Os ventos da lestada”.


Obs: Entre os comentários do recanto, grupos do yahoo, fãs, leitores e amigos que acompanharam esse tema, recebi mais de 2000 comentários. Muitos deles foram elogios, críticas, outros de ansiedades querendo saber o final da história e vários tiveram uma coisa em comum. Muitos acharam o estilo do conto a la Nelson Rodrigues. Longe de pensar que minha criatividade se compara ao talento do inesquecível Nelson Rodrigues. Porém, me senti honrado! E pela boa receptividade que teve, estou traduzindo o texto para o espanhol e dois capítulos já fazem sucesso na Argentina com mais de 1000 leituras e comentários.



Para ler ou reler os capítulos I, II, III click nos links abaixo:

http://www.recantodasletras.com.br/contoscotidianos/141291 

Parte IV http://www.recantodasletras.com.br/contoscotidianos/142594

Parte VIhttp://www.recantodasletras.com.br/contoscotidianos/146533

Vincent Benedicto
Enviado por Vincent Benedicto em 25/04/2006
Reeditado em 21/02/2011
Código do texto: T144810
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vincent Benedicto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
477 textos (144375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:30)
Vincent Benedicto