Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Vazio..."

A noite estava fria e as ruas estavam escuras. Poucos carros passaram, enquanto eu andava rapidamente enfrentando o vento gelado e segurando-me para não cair em prantos.
Fazia tempo que não me sentia tão sozinha e parecia que tudo e todos estavam contra mim.
Pensava no quanto tudo estava me ferindo ultimamente, nas minhas crises existenciais, nos meus medos, na minha insegurança e aquele aperto no peito parecia me sufocar, parecia que jamais iria acabar, mas aguentei e continuei a caminhar.
Peguei o ônibus e tudo o que eu queria era chegar logo em casa e me sentir acolhida. Esperava um abraço que pudesse me confortar e não precisava de nenhuma palavra, só precisava me sentir segura, mais calma.
Dentro do ônibus me sentei num dos últimos bancos, onde eu pudesse me sentir mais à vontade, sem a sensação de estar sendo observada e ali não contive algumas lágrimas.
De repente entraram diversos estudantes, conversando, falando alto e rindo, enquanto o meu mundo interior parecia desmoronar.
Uns conversavam sobre os trabalhos que teriam que entregar, já outros falavam de seus namoros, outros apenas falavam do tempo ou reclamavam do frio.
Parecia que todos tinham uma vida normal, menos eu.
Que todos estavam encaixados perfeitamente numa rotina banal, mas pareciam acomodados, felizes.
Eu sentia dentro de mim uma angústia, estava aflita demais e queria voltar logo para casa.
Em pensamento, eu bolava frases que pudessem descrever o que eu estava sentindo e pensei comigo, vou escrever um livro, vou levar meu sonho adiante e quem sabe assim me sentirei mais completa.
Enfim, levantei-me e dei sinal.
O ônibus parou e eu desci a rua rapidamente.
Entrei em casa e na sala, a televisão estava ligada, mas todos estavam dormindo.
O vazio tomou conta de mim, mas não quis pensar em nada, mesmo sem sono, simplesmente deitei e dormi.
Lilian Roque de Oliveira
Enviado por Lilian Roque de Oliveira em 11/05/2006
Código do texto: T154156
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lilian Roque de Oliveira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
170 textos (24272 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 16:02)
Lilian Roque de Oliveira