Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Adeus ao um anjo...

Encontro-me sozinha  neste exato
momento.
Choro... queria tanto achar as
respostas de tudo que esta se
passando em minha vida.

Minha filha a quem eu considerava
minha melhor amiga, pós uma
briga com o pai partiu...
e foi cuidar de sua vida.
Chorei 2 meses seguidos sentindo
sua falta, mas  pelo menos ela é feliz .

Perdi meu irmão de 36 anos...
Sobrinhas a quem tanto amo
(filhas dele) pela vida estão...

 Perdi minha mãe...
Meu “pai”  sofre e eu sofro
com ele...

Mas, depois destes transtornos
surgi em minha vida um “ANJO”
maravilhoso, fornecendo-me a
força de uma nova vida!

Aos poucos venho percebendo
que este “ANJO” será impossível
de continuar em mim,  pois ele
está se transformando em
algo impossível de se alcançar!

Tenho minha vida, preciso seguir...
Não posso e não tenho o direito
de atrapalhar a vida de ninguém!

Estou me entregando, e entrando
em desespero novamente.

Não posso correr para alcançar
este “ANJO”, não é justo
atrapalhar a vida de quem
amamos ou que
APRENDEMOS A AMAR!

Rezo, rogo a “Deus senhor
dono do universo” que me
dê forças...me ampare...

Porque?
Porque isto foi acontecer
comigo?
Qual é a minha seqüência
nesta vida?
Qual é o meu destino?

Tudo está se perdendo de
minhas mãos, e eu sei que
preciso solta-lo.

Idade??   Não influi...
O sofrimento, o amor, o
desespero, o surgimento
de um “ANJO” em nosso
coração, não escolhe,  tempo,
dia e nem hora para chegar!

Ele vem de mansinho
aconchegando-nos com suas
asas e quando você percebe
seu corpo já delira...

E seu “ser” começa a pedir
mais e mais!

E  agora que fazer?
Com meu”ANJO” não posso
falar, não posso me abrir, não
posso me entregar...

Meu “ANJO” fica distante...
mas dentro do meu coração
ele fica e está espiritualmente!

Hoje eu me pergunto:
“Porque não me amparaste
quando jovem?”
     
Sempre silenciosamente me
perguntei sobre a minha existência.
Sempre aceitei tudo de coração,
tentei nunca acusar ninguém e
sempre perdoar!
Pelo menos isto minha “mãe”
deixou-me de herança.

Só que  agora está diferente...
E eu não tenho “ela” para
contar-lhe o que se passa em
meu coração.

Me sinto só, desanimada e
sem forças...
Meu coração meche com todo
meu “ser” e dentro dele meu
“ANJO” está!

Ele sabe o que se passa comigo
espiritualmente...
mas com meu “ ser” ele jamais
poderá  sonhar...

E eu sei que é assim  e tem
que ser assim!
Mesmo assim... meu “ANJO”,
meu espírito luminado,
obrigada por tudo... e
“Dou graças por sua Companhia!”

Não sei até quando... mas sei
que muito breve eu terei que ir...
para o bem de todos aqueles
que me amam,  daqueles a que
amo e que também me ampara
nas necessidades do desabafo, da
tristeza e da angustia como “você”!

Queria eu poder acordar debaixo
de suas asas um dia!
Impossível...!!!

Voe meu “ANJO”, vá mostre
aos outros necessitados o
puro sentimento que só você
sabe plantar,  e que um dia
plantaste em mim! (
mesmo sendo diferente)
Liberto-te de mim... para
que cumpra seu destino!
     
Eu fico...  Sentirei uma
imensa saudade...
Não sei ainda como
viver sem você,  mas descobrirei...
     
Não me lamentarei jamais
do que (eu deixei) que
plantaste em mim!

E creia que todo este tempo
que estiveste comigo
continuaram comigo sempre...
até a minha eternidade!
 
Que “DEUS ÚNICO CRIADOR
DO UNIVERSO” continue a te
iluminar  para toda eternidade...

Com imenso carinho...


(Baseado em fatos reais - escrita em 14/12/2004)

(Musica tocada durante o texto:
Un Angelo - I Santo California
Cida Janes
Enviado por Cida Janes em 26/05/2006
Reeditado em 27/05/2007
Código do texto: T163443
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (" HISTÓRIAS REAIS DE MINHA VIDA ". Solicito manter meu nome no final do texto. Obrigada). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cida Janes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 51 anos
89 textos (54389 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:33)
Cida Janes