Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma drastíca experiência

Numa tarde de segunda feira a minha vida mudou.
Tá, não foi tão intensa assim a situação,
mais pelo menos meu dia não foi o mesmo depois
daquele insidente. Estava apressada para o trabalho,
idosamente inquieta, de um lado para o outro.
Para o meu alívio, depois de horas de agonia,
vi o meu ônibus despontar na esquina.
Meu coração até disparou.Particurlamente, me considero sim
um caçadora de lugares.Seja no ônibus, no trem,metrô,cinema. É só abrirem as portas que já
estou lá na frente, empurrando tudo e todos pra pegar o meu lugarzinho. Mas tenho justificativa, quando criança,
eu era gordinha e os adultos sempre me deixaram em pé.
Hoje é mais forte do que eu, essa compressividade de ser a
primeira a sentar. Então como sempre; a porta se abriu e
eu saí correndo em direção a ela. Nessa pressa nem vi
uma velhinha que estava na minha frente. Então localizei
um lindo lugar, que pra mim parecia iluminado, logo pensei:
¨este só estava me esperando. Passei o bilhete correndo
e suspirei quando vi que ainda tinha integração¨,pensei
¨puxa¨!Peguei minha carteirinha do Scoob.doo, já sentada
no ¨trono¨é claro e tentando me destrair. Pra minha desgraça consegui.Fique muito destráida.Tanto que nem vi o carro passar em frente do ônibus, este que deu uma freiada
brusca. Antes de contar as conseqüencias da freiada,vou lhes advertir que se voçê não tem nervos de aço não leia o final desta história. Já que voçê descidiu ler, ai vai o resto. Onde agente estava mesmo? Ah! Lembrei... O motorista do carro entrou na frente do ônibus! O ônibus deu uma freada e... não vi mais nada.Quando dei por mim estava com a cara... no saco de um passageiro que vinha também no ônibus. Não sabia se tirava a cara e enfiava em um buraco ou se deixava lá mesmo, de tanta vergonha. Para piorar a situação situação o homem me olhou com uma
cara de¨foi bom pra voçê?¨
E falou:
Foi um prazer te conhecer,
a gente ainda vai se encontrar!!!
Então eu disse:
Tá bom, né.
E ele ainda piscou pra mim.
Assim foi pra mim uma drastica exeperiencia da vida real.



Isabel Camassutty
Enviado por Isabel Camassutty em 12/07/2006
Reeditado em 08/08/2006
Código do texto: T192713
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Isabel Camassutty
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
46 textos (3495 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:35)
Isabel Camassutty