Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PECADO CAPITAL - SOBERBA

Alfredo era um soberbo,
vivia se vangloriando, sempre
dizia mais do que fazia.
Se achava o mais bonito, o mais
gostoso, o garanhão do pedaço.
Um dia apareceu Lucimara,
a paquerada do bairro.
Alfredo resolveu que a queria,
não por amor, sua soberba em
querer tudo, era o motivo.
Mas ela não achava nada nele.
Ele foi chegando, com seu papo
de que era poderoso.
Doce ironia, ela o deixou falando sozinho.
Luiza Porto
Enviado por Luiza Porto em 08/06/2005
Código do texto: T22966
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luiza Porto
São Paulo - São Paulo - Brasil, 71 anos
468 textos (35410 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 14:46)
Luiza Porto