Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HORA DA SAUDADE

-Nith, que saudade!
-Nossa, Nazinha, há quanto tempo que não te vejo!
-Você foi a melhor vizinha que já tive, sabia? Eu não me esqueço de você.
-Nossos filhos brincavam juntos, lembra-se?
-Claro que me lembro! E você entrava pela madrugada adentro, costurando para fora. Escutávamos o barulhinho da máquina e ficávamos com peninha de você.
-Nazinha, foi um tempo bom, aquele em que fomos vizinhas, não é?
-É deveras. Lá se foram cinqüenta anos, minha amiga.
Outro dia mesmo, falei de você para o meu caçula. Disse-lhe que você foi uma costureira de mão cheia e que fazia croché muito bem.
-Ainda faço.
-Pois é... Mas ele não se lembrou de você, Nith.
-Como é o nome dele?
-José Wilson.
-Tem razão! Ele nasceu depois que eu me mudei de lá, uai!




Anna Célia
Enviado por Anna Célia em 22/09/2006
Reeditado em 22/09/2006
Código do texto: T246393

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Anna Célia Dias Curtinhas _ http://annacelia.multiply.com/). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Anna Célia
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 70 anos
1158 textos (55227 leituras)
1 e-livros (216 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:43)
Anna Célia