Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Se a tinta permitir...

Venho a tua porta atender uma necessidade do ser humano, driblar o tempo.

Nossa viagem, se a tinta permitir, será longa e a ninguém mais interessará.

Hoje, a programação será diferente, mas a mala nas costas não muda, muito menos, a rede sai da bagagem.

Repare em nossa saída, tua vizinhança; casas construídas, móveis planejados e rotinas. A eles, tuas idéias são estranhas e em nada condizem com a certeza do teto de isopor de amanhã. Mas sua teimosia é a crença de que nunca existirá teto que não o céu e suas indicações de onde ir. A estrela que piscou indica a direção do nada, é pra lá que vamos.

O nada, a cada um de nós, representa o que na verdade queremos; ser, não ter.

- motorista, boa noite, pode por favor deixar-nos na próxima curva, próximo daquela rocha? Mas por favor não permita-nos ver a imagem do que há após ela, aqui está bom, muito obrigado, boa viagem e paciência na estrada, pois sei que as placas irritam...

O caminho teremos que adivinhar, não abra os olhos, esqueça o caminho de volta.

era isto o que queria?

Ah não! Você não sabe viver sem chuvas nos seus sonhos? Estou com frio, quero abraço!

Não, não, não! Mergulhar neste frio? Não creio, porém, não receio...

Uma pequena caminhada com pés de pato e máscara, a areia prende, começamos a correr, não fazem idéia do prazer deste momento, quem dos dois chegou primeiro, pouco interessa; em que direção seguimos, não sabemos, o mar apagou as marcas...

Cabe à lua iluminar nosso mergulho. A chuva se foi, o mar acalmou, nos convidou; mergulhamos horas em outra história, o nosso destino é segredo, ali é nosso refúgio desses doentes desumanos ao nosso redor.

Bruno Fernando
Enviado por Bruno Fernando em 09/11/2006
Código do texto: T286971
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Fernando Llafer). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bruno Fernando
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
67 textos (2801 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:40)
Bruno Fernando