Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O ELIXIR DO MOMENTO

O dia começou tarde. O relógio não despertou – ou foi o corpo que o ignorou? Teria apenas o turno da tarde para cumprir os compromissos profissionais e ainda assessorar a colega naquele projeto independente. Alegrava-se de ter contribuído com a indicação de um de seus favoritos escritores. Sentiu-se realizada que eles conseguiram chegar a um acordo que satisfizesse às duas partes.

Talvez por influência da cor, ou do cheiro – ou do significado que tinham? – o desejo despertado junto com o sono foi de beijos, beijos, milhares de beijos. De todos os jeitos em todas as partes. Cobrindo toda a geografia corpórea. Tudo que menos lhe ocupava as prioridades eram os compromissos...

Enquanto na mesa de negociação as informações técnicas e metodológicas lhes eram explanadas, seus olhos atentavam ao seu campo visual e aos interlocutores mas sua mente vagava distante quase um milhar de quilômetros a encontrar num ar cinza e abafado o sorriso e bom-humor envolvidos e temperados pelos beijos e beijos que desde o início de seu dia desejou.

Telepatia? Não tinha capacidade para tal – ou seria falta de fé? Chegou em casa, quis cochilar, lutou contra o sono e mergulhou nas águas da imaginação. Só conseguia ver beijos. De todas as cores e sons e cheiros e sabores. Lembrou-se dos seus guardados antigos, abriu uma gaveta, tirou um arquivo antigo; lá dentro, recortes e mais recortes de... Beijos!

Não teve dúvidas. Enviá-los-ia imediatamente. Destino certo, a novecentos e tantos quilômetros ao Sul, dobrados, lacrados, selados, enviados. Quando mesmo seriam dados no calor dos corpos e no sentir da pele? Não mais de si dependia isto. Nem mais se preocupava.

O elixir do momento, do viver um dia de cada vez finalmente fazia efeito definitivo naquela vida.


ana K
Enviado por ana K em 23/11/2006
Código do texto: T299079

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ana Karina Dutra - www.kaka-anak.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ana K
São Paulo - São Paulo - Brasil
219 textos (15876 leituras)
3 e-livros (265 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:22)
ana K