Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para una Mãe

“MÃE,
SIGO HOJE O MEU CAMINHO, TU TE LEMBRAS QUANDO COMECEI A ANDAR?
OS TEUS OLHOS PARECIAM CORRER DUAS LÉGUAS NA MINHA FRENTE PARA AMPARAR A QUEDA, E OS TEUS BRAÇOS FORTES ME ABRAÇAVAM COM TANTO CARINHO, QUE QUERIA CAIR DE NOVO SÓ PARA SER NOVAMENTE ABRAÇADO.
HOJE OS MEUS CAMINHOS SÃO TÃO DIFERENTES MÃE! TU TE LEMBRAS, QUANDO EU ME SEPAREI A PRIMEIRA VEZ DE TI? EU IA PARA A ESCOLA, TU ME LEVASTE À PORTA, ARRUMASTE A GOLA DA MINHA BLUSA ( AINDA ME LEMBRO DO ELOGIO DA PROFESSORA PELA BRANCURA DA BLUSA) E SORRISTE OLHANDO-ME COM O CORAÇÃO, COM AS MÃOS FIRMES ME MOSTRASTE O CAMINHO.
MÃE, EU NÃO SEI BEM SE TU TE LEMBRAS, MAS EU NÃO ESQUECI DE QUE QUANDO EU VOLTEI, TU ESTAVAS ASSENTADA SOB O ABACATEIRO E EU ME APROXIMEI DEVAGARINHO, ASSENTEI-ME E FICAMOS OLHANDO O SOL COBRIR O ABACATEIRO QUE DAVA SOMBRA AO CHÃO QUE NÓS PISÁVAMOS.
MÃE, EU ME LEMBRO DA NOSSA ÚLTIMA CONVERSA, SÓ NOSSA, OS TEUS OLHOS FALAVAM MAIS QUE A TUA BOCA, TUAS MÃOS TRÊMULAS AO AFAGAR O MEU ROSTO FALAVAM MAIS QUE TEUS OLHOS E EU NEM ME DEI CONTA QUANDO PARTISTES. SÓ HOJE QUE SEI QUE MINHA FILHA VAI CHEGAR É QUE DESCOBRI QUE PARTISTES, SUA AUSÊNCIA  ERA TÃO FORTE MÃE, QUE TORNAVA-SE PRESENÇA, E ATÉ HOJE EU NÃO A TINHA PERCEBIDO.
José Marcos
Enviado por José Marcos em 15/10/2005
Código do texto: T59811
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Marcos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil, 66 anos
11 textos (235 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:25)
José Marcos