Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Diários Rabiscados

Diários rabiscados viram livros. Na melhor das hipóteses viram livros. Eu rabisco entre um gole de café gelado uma tragada no cigarro quase só o filtro, rabisco, para ti. “Oi, desenhei uma rosa, quer ver?” “Escrevi um poema. É ele é pra ti.” E então cai cinza em cima das folhas eu amasso tudo jogo fora toco tinta verde-rosa-branca-azul. Guardo com carinho para que fique intacta a carta que nunca te dei. E nunca vou dar.
Gustavo Gaspar Almeida
Enviado por Gustavo Gaspar Almeida em 23/08/2007
Código do texto: T619730
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Gaspar Almeida
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 28 anos
59 textos (1823 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 22:21)
Gustavo Gaspar Almeida