Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NADA É POR ACASO!

TUDO COMEÇOU QUANDO FAZIA SEGUNDO ANO DO CURSO ENFERMAGEM PELA UNIVERSIDADE FEDERAL. ESTÁVAMOS EM GRUPO, NO ESTÁGIO DE PEDIATRIA DO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO. LÁ, EM NOSSO PRIMEIRO DIA, A PROFESSORA PEDIU QUE ESCOLHÊSSEMOS UM PACIENTE QUE TIVÊSSEMOS EMPATIA. FICAMOS PASSEANDO PELO CORREDOR E PARANDO DE ENFERMARIA E ENFERMARIA. VISITAMOS VÁRIOS PACIENTES. MINHAS AMIGAS JÁ TINHAM ESCOLHIDO OS SEUS, MENOS EU. FIQUEI QUE NEM UMA “BARATA TONTA” PELO CORREDOR.
FOI AÍ QUE PASSEI POR UMA ENFERMARIA QUE ESTAVA QUASE COMPLETAMENTE VAZIA, A NÃO SER PELA PRESENÇA DE UMA ÚNICA PACIENTE. SEU NOME ERA ELANE, TINHA LÁ OS SEUS 13 ANOS, INTERNADA COM O DIAGNÓSTICO DE LÚPOS ERITEMATOSO SISTÊMICO (LES). JÁ ESTAVA NO MESMO HOSPITAL PELA SÉTIMA VEZ. ELANE, NESTE MOMENTO, POSICIONADA EM DECÚBITO LATERAL EM SUA CAMA,FICOU OLHANDO PARA O CORREDOR, JÁ QUE A  PORTA ESTAVA ABERTA E EU FIQUEI APENAS PARADA, PRÓXIMA À PORTA, ATENTA AO OLHAR DE ELANE. NÃO CONSEGUI ENTRAR NESSA ENFERMARIA. ATÉ HOJE NÃO CONSIGO ENTENDER O QUE SENTI NA HORA. DEPOIS DALI ACABEI CUIDANDO DE UMA OUTRA CRIANÇA DE QUATRO ANOS.
CADA PESSOA DO MEU GRUPO FICOU COM SEUS PACIENTES SELECIONADOS DURANTE DOIS DIAS.UMA AMIGA MINHA PREFERIU FICAR COM ELANE.E NESTES DOIS DIAS PARA ESTA MINHA AMIGA FORAM MUITO DIFÍCEIS;POIS ELA,POR SER UMA PESSOA EXTROVERTIDA,NÃO ADMITIA NÃO CONSEGUIR CONQUISTAR UM PACIENTE.MAS ELA DEIXOU BEM CLARO QUE QUASE HAVIA CONSEGUIDO.SÓ NÃO CONSEGUIU POR CAUSA DA MÃE DA ELANE QUE A ACOMPANHAVA NO HOSPITAL.ENTRETANTO,A MINHA AMIGA NÃO ERA A ÚNICA QUE HAVIA GERADO UMA ANTIPATIA POR ESSA MÃE,MAS TAMBÉM TODA EQUIPE DO SETOR PEDIÁTRICO.

PASSADOS OS DOIS DIAS, A NOSSA PROFESSORA RESOLVEU FAZER UM “RODÍZIO” DE PACIENTES, OU SEJA, TODAS NÓS IRÍAMOS TROCAR UMAS COM AS OUTRAS OS NOSSOS PACIENTES. NUMA ESCOLHA RÁPIDA, MINHA PROFESSORA DECIDIU QUE EU FICASSE COM ELANE. NA HORA MOSTREI-ME FIRME E NÃO FUI CONTRÁRIA. MAS POR DENTRO SÓ DEUS SABIA O MEDO QUE EU ESTAVA SENTINDO DAQUELA MÃE. JÁ QUE TODOS DAQUELE SETOR FALAVAM MAL DELA, COMO POR EXEMPLO: DIZIAM QUE ELA BELISCAVA A FILHA, QUE ERA GROSSA COM AS PESSOAS, QUE QUANDO FALAVA SÓ FALTAVA BATER. UM MONSTRO!ALÉM DISTO TUDO, A MINHA AMIGA QUE HAVIA CUIDADO DELA DURANTE OS DOIS DIAS, NÃO HAVIA CONSEGUIDO UMA BOA RELAÇÃO COM A MESMA.LOGO ESTA MINHA AMIGA!SEMPRE TÃO EXTROVERTIDA!DIFÍCIL ALGUÉM NÃO GOSTAR DELA!ATÉ ENTÃO, TINHA SIDO A PRIMEIRA VEZ.
 
PASSEI O FINAL DE SEMANA INTEIRO PENSANDO O QUE IRIA DIZER PARA AQUELA MÃE. LIGUEI, ENTÃO,PARA MINHA AMIGA. A MESMA QUE HAVIA FICADO COM ELANE. E PEDI UM CONSELHO A ELA, JÁ QUE CONHECIA A MÃE DA MESMA. ELA SÓ ME DISSE UMA COISA: “SEJA VOCÊ MESMA!” FOI AÍ QUE VOLTEI A REFLETI SOBRE O ASSUNTO E DECIDI DAR O MÁXIMO DE MIM MESMA, MESMO QUE A MÃE DE ELANE NÃO VIESSE A GOSTAR DE MINHA PESSOA.

NUMA QUARTA-FEIRA, CHEGUEI CEDO NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO E FUI DIRETO PARA A PEDIATRIA. LÁ FALEI LOGO COM UMA AUXILIAR DE ENFERMAGEM E EXPLIQUEI A ELA QUE IRIA FICAR COM ELANE NAQUELE DIA.
FOI AÍ QUE ELA DISSE: “MINHA FILHA, HOJE A MÃE DELA ESTÁ PIOR DO QUE NUNCA! A ELANE NÃO ESTÁ BEM. VOMITOU E EVACUOU FEZES LÍQUIDAS VÁRIAS VEZES NA NOITE PASSADA E POR ISTO A TIRAMOS DA ENFERMARIA E A COLOCAMOS NUM QUARTO DE ISOLAMENTO (SÓ HAVIA 2 LEITOS).A MÃE DELA ESTÁ IMPOSSÍVEL!SÓ LHE DIGO UMA COISA : REZE ANTES DE ENTRAR NAQUELE QUARTO!”

FIQUEI ALÍ, OUVINDO TUDO O QUE A AUXILIAR ESTAVA ME DIZENDO E AO MESMO TEMPO MINHA ANSIEDADE, TENSÃO, MEDO, AUMENTAVA!EU NÃO TINHA O QUE FAZER A NÃO SER ENFRENTAR. FIZ EXATAMENTE O QUE AUX. DE ENFERMAGEM ME ACONSELHOU. REZEI E FIZ O SINAL DA CRUZ ANTES DE ENTRAR. QUANDO ENTREI VEIO A SURPRESA. SÓ DISSE MEU NOME E MINHA FUNÇÃO, A MÃE ABRIU UM LINDO SORRISO E ME RECEBEU MUITO BEM. E A MESMA ACABOU ME AJUDANDO NO BANHO DE ELANE. NOSSA!COMO ELANE ESTAVA CAQUÉTICA E O SEU ABDOMEN BASTANTE DISTENDIDO!ELA ESTAVA MUITO FRAGILIZADA, SEM FORÇAS. MAS, UM TANTO ABORRECIDA. O QUE ERA COMPREENSÍVEL NAQUELE ESTADO. A MÃE DELA FOI TÃO SIMPÁTICA COMIGO QUE ME MOSTROU ATÉ ALGUMAS FOTOS DA FILHA QUANDO ERA SAUDÁVEL. NAS FOTOS TAMBÉM ESTAVA A IRMÃ GÊMEA DE ELANE. DONA MARIA, MÃE DE ELANE, PARECIA UMA OUTRA PESSOA. NÃO ESTAVA ENTENDENDO NADA!O INCRÍVEL MESMO É QUE QUANDO OUTRA PESSOA DA EQUIPE DE SAÚDE ENTRAVA NO QUARTO, A MÃE SE TRANSFORMAVA NAQUELA MULHER GROSSA QUE TODOS FALAVAM. POR QUE ELA ERA ASSIM COMIGO?COMECEI A ME QUESTIONAR, MAS DEPOIS DEIXEI PARA LÁ. COMENTEI COM A MINHA PROFESSORA E ELA ACHOU ÓTIMO, PORQUE SÓ ASSIM IRIA FACILITAR MEU TRABALHO.

VOLTEI PARA CASA MEIO CONFUSA. POR QUE AQUELA MÃE NÃO ME TRATOU MAL?NÃO FIZ NADA DEMAIS PARA ELA GOSTAR DE MIM!POR QUE TUDO ISTO ENTÃO?NO ENTANTO, EM MEIO A ESTA CONFUSÃO, VOLTEI UM POUCO ALIVIADA EM RELAÇÃO A TODO O MEU MEDO QUE ESTAVA SENTINDO DAQUELA MULHER. FIQUEI CONTENTE  JÁ QUE HAVIA CONSEGUIDO CONQUISTÁ-LA SEM ESFORÇO ALGUM!

NO DIA SEGUINTE, LÁ ESTAVA EU NA PEDIATRIA NOVAMENTE. E FUI FALAR COM A MESMA AUX. DE ENF. DO DIA ANTERIOR. E AÍ O MEDO BATEU NO MEU CORAÇÃO DE NOVO!A AUX. HAVIA ME DITO QUE A MÃE ESTAVA MUITO PIOR, POIS NÃO QUERIA DEIXAR SUA FILHA FAZER UM EXAME ENDOSCÓPICO, JÁ QUE ELANE ESTAVA MAL. ERA UM MOVIMENTO MUITO GRANDE NO CORREDOR E NO QUARTO DE ELANE. ERA UM ENTRA E SAI DE RESIDENTES DE MEDICINA QUE NÃO DAVA PARA CONTAR! E A AUX. DE ENFERM. REPETIU: “REZE ANTES DE ENTRAR!”

FIQUEI NA PORTA DO QUARTO DE ELANE, ESPERANDO QUE ALGUM RESIDENTE SAÍSSE DE LÁ (TINHAM UNS DEZ LÁ DENTRO) PARA QUE ME EXPLICASSE O QUE REALMENTE ESTAVA ACONTECENDO. DE REPENTE, UMA RESIDENTE SAIU ENFURECIDA E PERGUNTEI SE ELA PODERIA CONVERSAR COMIGO. ELA SE ENCOSTOU À PAREDE E DISSE ENRAIVECIDA: “NÃO AGUENTO MAIS ESTA MULHER!” E SAIU SEM ME DIZER MAIS NADA!E AÍ FIQUEI A PENSAR COM OS MEUS BOTÕES: "SERÁ QUE DONA MARIA VAI LEMBRAR-SE DE MIM?" ESTAVA COM MUITO MEDO!FIQUEI DE COSTAS PARA PORTA, ESPERANDO QUE MAIS ALGUÉM SAÍSSE. PERCEBI  ENTÃO, QUE A PORTA HAVIA SIDO ABERTA DE FORMA RÁPIDA, QUE NEM DEU TEMPO DE ME VIRAR. E QUE ALGUÉM HAVIA ME TOCADO COMO SE FOSE UM OI. ERA ELA!DONA MARIA!PASSOU RAPIDAMENTE E NÃO PAROU. FOI ANDANDO PELO CORREDOR, DEIXANDO TODOS OS OUTROS RESIDENTES NO QUARTO. E EU SÓ DISSE: “OI DONA MARIA!” GOSTEI DAQUILO E ME DEU TRANQUILIDADE TAMBÉM, POIS ELA HAVIA SE LEMBRADO DE MIM!

ENQUANTO ESPERAVA A DONA MARIA VOLTAR PARA O QUARTO, FUI CONVERSAR COM MINHA PROFESSORA SOBRE O ACONTECIDO. MINHA PROFESSORA, ENTÃO, RESOLVEU TAMBÉM ESPERAR POR DONA MARIA PARA CONVERSAR COM ELA. QUANDO ELA CHEGOU, FOMOS LOGO AO QUARTO DE ELANE. ENTREI PRIMEIRO E ELA ME RECEBEU BEM, COMO DE SEMPRE, MAS QUANDO MINHA PROFESSORA ENTROU, SUA FISIONOMIA MUDOU. A PROFESSORA COMEÇOU A PERGUNTAR POR ELANE, COMO ELA ESTAVA. E MÃE RESPONDEU COM MUITA RAIVA: “NÃO ESTÁ VENDO, NÃO COMO ELA ESTÁ?” FOI AÍ QUE MINHA PROFESSORA PERGUNTOU O PORQUÊ QUE ELA NÃO QUERIA QUE SUA FILHA FIZESSE O TAL EXAME. E A MÃE FOI GROSSA NOVAMENTE: “EU JÁ DISSE QUE NÃO VOU DEIXAR MINHA FILHA FAZER ESTE EXAME NESTE ESTADO! NÃO VOU!” A PROFESSORA, ENTÃO, DEPOIS DAS RESPOSTAS DA MÃE, DEU PÔR FIM O DIÁLOGO E EXPLICOU NUMA LINGUAGEM SIMPLES O QUE SUA FILHA TINHA. ENQUANTO MINHA PROFESSORA FALAVA, DONA MARIA ESTAVA SENTADA E DE CABEÇA BAIXA.

EU E UMA AMIGA MINHA ESTÁVAMOS ALÍ, OUVINDO TUDO TAMBÉM. QUANDO MINHA PROFESSORA TERMINOU, ELA SE DESPEDIU DA MÃE E FOI EMBORA. NÓS CONTINUAMOS LÁ.  E DONA MARIA CONTINUOU DO MESMO JEITO, SENTADA E DE CABEÇA BAIXA. SUA FILHA ESTAVA TÃO DEBILITADA, QUE PARECIA NÃO ESCUTAR NADA DAQUELE AMBIENTE. FOI AÍ QUE EU FIZ UM GESTO COM A FACE PARA MINHA AMIGA, COMO SE PERGUNTASSE:" E AGORA? O QUE IREMOS FAZER?" MINHA AMIGA RESPONDEU COM UM GESTO, LEVANTANDO OS OMBROS. COMO QUEM DIZ: " NÃO SEI". ENTÃO,APROXIMEI-ME DE DONA MARIA E PERGUNTEI A ELA SE QUERIA QUE EU FOSSE EMBORA. ELA CONTINUOU DO MESMO JEITO. PERGUNTEI SE ELA QUERIA QUE EU FICASSE. E CONTINUOU DO MESMO JEITO. PERGUNTEI, ENTÃO, SE ELA QUERIA QUE EU DISSESSE ALGUMA COISA . E AÍ, ELA APENAS BALANÇOU A CABEÇA QUE NÃO. PERGUNTEI MAIS, SE ELA QUERIA ME DIZER ALGUMA COISA. E ELA REPETIU O MESMO GESTO, BALANÇANDO A CABEÇA. DEPOIS DISTO, APROXIMEI-ME MAIS DELA E TOQUEI EM SEUS OMBROS, COMO SE FOSSE UMA MASSAGEM. ALISEI SUA CABEÇA TAMBÉM. E AÍ, ELA DERRAMOU MUITAS LÁGRIMAS. SABE AQUELE CHORO CONTIDO?POIS É, UM CHORO SEM NENHUM SOM, SÓ LÁGRIMAS. E EU DO MESMO JEITO CHOREI. FALEI PARA ELA QUE TODA AQUELA SITUAÇÃO ERA MUITO DIFÍCIL. QUE EU A ENTENDIA. E QUE SABIA QUE TODOS OS DIAS ELA ESPERAVA QUE SUA FILHA AMANHECESSE MELHOR. MAS QUE NUNCA ACONTECIA E QUE TODOS NÓS ESTÁVAMOS NOS ESFORÇANDO PARA QUE ELANE MELHORASSE.

QUANDO ELA SE ACALMOU, DESPEDI-ME DELA E FUI EMBORA PARA CASA. COMECEI, ENTÃO, A SENTIR-ME MUITO MAL. CHORANDO SEM MOTIVO E UMA TRISTEZA QUE ESTAVA A CADA DIA ME CONSUMINDO POR DENTRO. NÃO ESTAVA ENTENDENDO O QUE ESTAVA ACONTECENDO COMIGO. A ÚNICA COISA QUE ENTENDIA ERA QUE TUDO ISSO QUE ESTAVA OCORRENDO COMIGO, TINHA SIDO LOGO APÓS O TOQUE NAQUELA MULHER. NÃO CONTEI AOS MEUS PAIS PARA NÃO PREOCUPÁ-LOS. SÓ FALEI MESMO PARA MEU NOIVO, MINHA IRMÃ E ALGUMAS DE MINHAS AMIGAS.

MEU NOIVO JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS MEU ESTADO DEPRESSIVO. NA VERDADE, NINGUÉM MAIS AGUENTAVA. NÃO SABIA O QUE FAZER PARA ME RECUPERAR. COMECEI A FICAR MUDA! SÓ FALAVA COM MEU NOIVO.COM A MINHA IRMÃ, FIQUEI UM MÊS SEM FALAR COM ELA. E ELA SEM ENTENDER NADA, COMO MINHAS AMIGAS TAMBÉM NÃO ENTENDIAM. AFINAL, NÃO HAVIA MOTIVOS PARA QUE EU FICASSE COM DEPRESSÃO. ERA UMA PESSOA MUITO ALEGRE, SEMPRE SORRIDENTE, COM UM NOIVO E UMA FAMÍLIA MARAVILHOSA. MAS SÓ QUE EU TAMBÉM NÃO ENTENDIA O PORQUÊ DAQUILO. E QUANDO AS PESSOAS MAIS PRÓXIMAS DE MIM PERGUNTAVAM O MOTIVO DA MINHA TRISTEZA, DIZIA APENAS QUE TINHA SIDO DEPOIS QUE HAVIA TOCADO NAQUELA MÃE. ACREDITO QUE TODOS ACHAVAM QUE ESTAVA FICANDO LOUCA. POIS, SÓ DIZIAM PARA MIM QUE EU TINHA QUE PROCURAR UM PSICÓLOGO. NINGUÉM ACREDITAVA EM MIM, NEM MEU NOIVO! SÓ UMA AMIGA MINHA, QUE NÃO ERA DO MEU GRUPO, PERCEBENDO O QUANTO ESTAVA ISOLADA DE TODOS, DISSE-ME QUE SERIA BOM REPOR MINHAS ENERGIAS NUM CENTRO ESPÍRITA.

SEGUI SEUS CONSELHOS E FUI ATÉ UM CENTRO ESPÍRITA PRÓXIMO DA MINHA CASA COM MEU NOIVO. ELE ESTAVA DISPOSTO A TUDO PARA ME VER SORRIR DE NOVO. QUANDO CHEGAMOS LÁ, FICAMOS NUMA SALA RECEBENDO PALESTRAS ESPÍRITAS.  EU ESTAVA ANSIOSA, AFINAL JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS TANTA TRISTEZA DENTRO DE MIM. QUERIA LOGO MINHA CURA! QUANDO FUI CHAMADA PELA MÉDIUM, ENTREI NUMA SALA ENORME, COM MUITAS MESAS REDONDAS E INDIVIDUAIS PARA RECEBER CADA PESSOA E O AMBIENTE ESTAVA MEIO ESCURO. TUDO AQUILO ME CHOCOU UM POUCO, JÁ QUE ERA CATÓLICA. MESMO ASSIM, SÓ PENSAVA EM FICAR BEM LOGO!COMECEI A CONTAR MINHA HISTÓRIA, CHORANDO MUITO. ESTAVA MUITO MAL!QUANDO TERMINEI, ELA ME DISSE QUE AQUELA MÃE AINDA IRIA PRECISAR MUITO DE MIM, POIS ELANE BREVEMENTE IRIA FALECER. CONFESSO QUE NÃO GOSTEI DO QUE ELA DISSE. COMO É QUE PODE ALGUÉM PODER ADIVINHAR QUE OUTRA VAI MORRER? PARA MIM SÓ DEUS SABE O DIA QUE PARTIREMOS PARA OUTRA VIDA, ACREDITO. TUDO TERMINOU, DANDO-ME UM PASSE (DOAÇÃO DE ENERGIAS POSITIVAS). APESAR DE NÃO TER GOSTADO DA MENSAGEM QUE A MÉDIUM ME PASSOU, SAI DE LÁ MAIS TRANQUILA, MAS UM TANTO CONFUSA.

NO DIA SEGUINTE, EU E MEU GRUPO DE ESTÁGIO FOMOS PARA UM OUTRO CAMPO PRÁTICO, NUM CENTRO DE APOIO PSICOSSOCIAL. FOI LÁ QUE PIOREI! SENTIA-ME COMO AQUELAS PESSOAS QUE ESTAVAM INTERNADAS. JÁ ESTAVA TODA ESTRANHA COM TODOS. NINGUÉM MAIS ME ENTENDIA. ESTAVA CADA DIA MAIS CONFUSA. A PARTIR DESTE ESTÁGIO FOI QUE FIQUEI MUDA. UMA PROFESSORA QUE ESTAVA NOS ACOMPANHANDO , PERCEBEU MINHA MUDANÇA. DISSE-ME, NO FINAL DO ESTÁGIO, QUE NÃO ME COMPORTEI COMO UMA ENFERMEIRA E SIM COMO UMA PESSOA QUE PRECISAVA DE MUITA AJUDA. CHOREI MUITO E CONTEI PARA ELA MINHA AFLIÇÃO. FOI AÍ QUE ELA ME INDICOU UMA PSICÓLOGA.

DEPOIS DE UM MÊS, MUDAMOS MAIS UMA VEZ DE CAMPO PRÁTICO. DESTA VEZ, PARA REALIZAR PARTOS. CONTINUEI DO MESMO JEITO. ATÉ QUE UM DIA TIVE UM SONHO MUITO ESTRANHO. SONHEI QUE AQUELA MÃE ME PROCURAVA E NÃO FALAVA NADA, MAS SEU OLHAR EXPRESSAVA QUE ESTAVA PRECISANDO DE MIM! FOI MUITO ESQUISITO MESMO. PEDI, ENTÃO, QUE UMA AMIGA MINHA QUE ESTAVA ESTAGIANDO NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO, PROCURASSE POR AQUELA MÃE. JÁ HAVIA SE PASSADO 2 MESES DEPOIS DAQUELE TOQUE. NESTA MESMA ÉPOCA ESTAVA FAZENDO TERAPIA COM UMA PSICÓLOGA QUE MINHA PRTOFESSORA HAVIA INDICADO. CONTEI TODA MINHA VIDA PARA A PSICÓLOGA, INCLUSIVE O QUE TINHA VIVENCIADO NOS ÚLTIMOS MESES. MAS, NEM ELA ENTENDIA O QUE ESTAVA ACONTECENDO COMIGO, JÁ QUE PARECIA TER UMA VIDA SEM TRAUMAS. SÓ FUI DUAS VEZES E NÃO VOLTEI MAIS. ELA TAMBÉM NÃO ACREDITAVA EM MIM!

QUANDO CHEGUEI A MINHA CASA, FIQUEI À ESPERA DA MINHA AMIGA SOBRE NOTÍCIAS DAQUELA MÃE E DE ELANE. NEM VI QUANDO ELA CHEGOU. FALOU RAPIDAMENTE COM MINHA IRMÃ E FOI EMBORA. ENTÃO MINHA IRMÃ FOI ESCOLHIDA PARA ME DAR A NOTÍCIA. ELANE HAVIA FALECIDO HÁ POUCOS DIAS. FIQUEI PASMA. E LEMBREI-ME DO QUE AQUELA MÉDIUM HAVIA ME DITO. CHOREI MUITO NOVAMENTE. NÃO ENTENDIA O QUE DEUS QUERIA COMIGO. TUDO ESTAVA FICANDO MAIS CONFUSO. NÃO SABIA MAIS O QUE FAZER.

NO DIA SEGUINTE FUI ATÉ AO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO À PROCURA DO ENDEREÇO DE ELANE. CHEGUEI À PEDIATRIA E FALEI COM A ENFERMEIRA DE LÁ. DISSE A ELA QUE GOSTARIA DE SABER SOBRE A ELANE E A MÃE DELA. A ENFERMEIRA, ENTÃO, PARECIA ESTAR SURPRESA COM A MINHA PROCURA, JÁ QUE TODOS NÃO SUPORTAVAM AQUELA MULHER. ELA ME DISSE COISAS HORRÍVEIS SOBRE DONA MARIA. E EU PARA ACABAR COM A CURIOSIDADE DELA, DISSE APENAS QUE PRECISAVA DAQUELA MÃE PARA RELIZAR UM TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO. MESMO ASSIM, ELA FICOU INCOFORMADA COM A MINHA PROCURA. FUI, ENTÃO, PARA O SERVIÇO DE ARQUIVOS MÉDICOS, ONDE PODERIA ENCONTRAR O PRONTUÁRIO DE ELANE. E CONSEGUI! PEGUEI O NOME DE DONA MARIA COMPLETO E SEU ENDEREÇO, E DAÍ GUARDEI.

PASSEI MAIS DOIS MESES COM DEPRESSÃO!E SÓ ESTAVA PIORANDO!NESTES DOIS MESES NÃO CHORAVA MAIS, ESTAVA FECHADA PARA AS PESSOAS, PARA O MUNDO E PARA MIM MESMA. SENTIA-ME COMO SE ESTIVESSE EM UMA CASA TRANCADA, ONDE VIA ATRAVÉS DA JANELA A VIDA PASSANDO. E NADA AQUILO FAZIA SENTIDO PARA MIM, MAS ME INCOMODAVA A FELICIDADE DOS OUTROS. POIS, NÃO CONSEGUIA SENTIR O MESMO. ESQUECI ATÉ DE DEUS!NÃO REZAVA MAIS!


UM DIA DESSES,QUANDO ESTAVAM TERMINANDO MINHAS FÉRIAS DA FACULDADE,NÃO DESEJAVA MAIS VOLTAR PARA O CURSO DE ENFERMAGEM. MEU NOIVO DISSE QUE EU TINHA QUE REZAR E PEDIR A DEUS QUE ME MOSTRASSE UM CAMINHO QUE DESSE PARA MINHA CURA E QUE EU FOSSE NO DIA SEGUINTE PARA O MEU PRIMEIRO DIA DE AULA PÓS- FÉRIAS.


FIZ O QUE ELE ME PEDIU! CONVERSEI COM DEUS E  PEDI QUE ME AJUDASSE, POIS JÁ NÃO AGUENTAVA MAIS AQUELE SOFRIMENTO.QUANDO ME ACORDEI(PIOR HORÁRIO PARA UM DEPRESSIVO),PARECIA QUE NADA TINHA MUDADO. SENTI QUE NÃO QUERIA IR PARA A FACULDADE, MAS DEUS INSISTIA QUE EU FOSSE! FUI, ENTÃO, FORÇADA, MESMO SEM NENHUMA MÍNIMA VONTADE DE SAIR DE CASA!

QUANDO CHEGUEI AO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO, ERA DIA DE AULA PRÁTICA EM PUERPÉRIO COM A PROFESSORA CRISTINA, COM A QUAL HAVIA COMENTADO SOBRE A MINHA AFLIÇÃO, LOGO NO INÍCIO DA MINHA DEPRESSÃO. ELA HAVIA FALADO EM TOQUE TERAPÊUTICO APLICADO DE FORMA INDEVIDA, EM CENTRO ESPÍRITA, ENERGIA... SÓ QUE ELA NÃO SABIA QUE EU IRIA PIORAR TANTO! NESTE DIA DE AULA, EU ESTAVA COM RAIVA DELA, POIS ELA HAVIA ME DADO SEU TELEFONE, CASO EU PRECISASSE DE AJUDA; MAS QUANDO EU LIGAVA, A FILHA DELA SEMPRE DIZIA QUE A MESMA NUNCA ESTAVA. E O QUE ISTO SIGNIFICA PARA UM DEPRESSIVO?QUE A MINHA PROFESSORA, A QUAL TINHA DADO MINHA TOTAL CONFIANÇA, NÃO QUERIA SABER DE MIM!CONTINUEI MUDA!
 CRISTINA É UMA PROFESSORA BEM DIFERENTE, HOLÍSTICA E SENSÍVEL AOS PROBLEMAS DOS OUTROS. NESTE DIA, FOMOS PARA UMA SALA DE DESCANSO DO PESSOAL DE ENFERMAGEM DO PUERPÉRIO E LÁ ELA PEDIU QUE UMA DE NÓS, DO NOSSO GRUPINHO, LÊSSEMOS UMA PÁGINA DO LIVRO: “O AMOR É O CAMINHO”, DE UMA ENFERMEIRA CHAMADA JÚLIA. ENTÃO, UMA AMIGA MINHA ABRIU EM QUALQUER PÁGINA, NA SORTE! E ELA COMEÇOU A LER A HISTÓRIA DAQUELA PÁGINA! E POR INCRÍVEL QUE PAREÇA, A HISTÓRIA ERA QUASE IDÊNTICA A MINHA! ENQUANTO ELA LIA, SENTIA VONTADE DE SAIR CORRENDO DALI! QUE SENSAÇÃO HORRÍVEL! QUANTO INCÔMODO DENTRO DE MIM!QUANDO TERMINOU DE LER, MINHA PROFESSORA OLHOU PARA TODAS NÓS E DISSE: “ALGUÉM QUER FALAR ALGUMA COISA SOBRE ESTA HISTÓRIA?” TODAS PERMANECERAM CALADAS. DAÍ ELA OLHOU PARA MIM E DISSE: “E VOCÊ IZABELLA? TEM ALGUMA COISA PARA FALAR SOBRE ESTA HISTÓRIA?” EU RESPONDI ALGO, QUE NÃO LEMBRO MAIS, DE FORMA MUITO GROSSA E FIQUEI EM SILÊNCIO POR ALGUNS SEGUNDOS, OLHANDO PARA TODOS QUE ESTAVAM ALI NAQUELE MOMENTO, ESPERANDO UMA RESPOSTA MINHA, QUE NÃO SABIA DAR!ENTREI EM PRANTOS! CHOREI TANTO QUE MEU NARIZ SANGROU!TODO O MEU GRUPO CHOROU JUNTO COMIGO!ATÉ PORQUE NINGUÉM MAIS AGUENTAVA AQUELA SITUAÇÃO. PROFESSORA CRISTINA, PELA PRIMEIRA VEZ, EM 20 ANOS DE TRABALHO, ADIOU A AULA PRÁTICA PARA ME AJUDAR! LEVOU-ME, NAQUELA HORA, PARA UM CENTRO ESPÍRITA QUE ELA MESMA FREQUENTAVA.

CHEGANDO LÁ, UMA SECRETÁRIA DESSA INSTITUIÇÃO CONVERSOU MUITO COM A GENTE. E RESERVOU UM MOMENTO PARA MIM COM O MÉDIUM CHAMADO PAULO NUMA SEGUNDA-FEIRA. FUI PARA CASA ENVERGONHADA DA MINHA REAÇÃO. MAS AO MESMO TEMPO SENTI QUE DEUS ESTAVA ME AJUDANDO NA RECUPERAÇÃO, ATRAVÉS DA CRISTINA!
QUANDO FOI NA SEGUNDA-FEIRA, ESTAVA SUPER ANSIOSA. CHEGUEI BEM CEDO, NÃO HAVIA NINGUÉM LÁ. ELE ESTAVA A MINHA ESPERA. QUANDO ENTREI EM SUA SALA PARA ME ATENDER, A SENSAÇÃO QUE TIVE ERA DE QUE ESTAVA EM UM CONSULTÓRIO MÉDICO; E ISTO ME ALIVIOU MUITO, POIS NADA ME CHOCOU! CONTEI TODA A MINHA HISTÓRIA E AINDA DISSE QUE PRETENDIA DESISTIR DE ENFERMAGEM. AÍ ENTÃO ELE ME FALOU QUE EU ERA COMO UMA ANTENA PARABÓLICA, QUE CAPTAVA TUDO ANTES DE TODOS. E PARA ELE EU CAPTEI O QUE DONA MARIA ESTAVA SENTINDO! DISSE AINDA, QUE EU JAMAIS DEVERIA DESISTIR DE ENFERMAGEM, POIS MUITAS PESSOAS IRÃO PRECISAR DE MIM E QUE TERIA QUE IR DE ENCONTRO ÀQUELA MÃE NOVAMENTE PARA FECHAR A HISTÓRIA.


MEU DEUS! ESTAVA COM TANTO MEDO DE REENCONTRÁ-LA, MAS AO MESMO TEMPO, SABIA QUE ERA PRECISO. NO OUTRO DIA ENCONTREI CRISTINA NO ESTÁGIO E ELA QUERIA SABER COMO TUDO TINHA SIDO. EU CHOREI MUITO E ELA CONCORDOU COM TUDO QUE ELE DISSE. E ACHAVA QUE DEVERÍAMOS IR ATÉ LÁ. E FORAM ASSIM TODOS OS DIAS; PROFESSORA CRISTINA SEMPRE ME PROCURANDO E PERGUNTANDO QUANDO IRÍAMOS A SÃO LUÍS DO QUITUNDE, - MUNICÍPIO DE MACEIÓ, UMA VIAGEM DE MAIS OU MENOS 1 HORA E MEIA – ONDE DONA MARIA MORAVA, E EU SEMPRE DANDO UMA DESCULPA NOVA, SEMPRE FUGINDO! FOI AÍ QUE UM DIA ELA CHEGOU PARA MIM E DISSE QUE IRÍAMOS NUM SÁBADO, QUE JÁ ESTAVA MARCADO. SÓ FALTAVA EU DECIDIR SE IRÍAMOS NO CARRO DELA OU NO CARRO DO MEU NOIVO.DESTA VEZ NÃO TIVE COMO ESCAPAR!

FOMOS NO DIA QUE COMBINAMOS,JUNTO COM MEU NOIVO, NO CARRO DELE.LEMBRO-ME COMO HOJE O QUE SENTI NAQUELE SÁBADO.ESTAVA MUITO NERVOSA,COM MEDO NÃO SEI DE QUÊ,ANSIOSA POR ALCANÇAR MINHA CURA E AO MESMO TEMPO COM VERGONHA DA MINHA PROFESSORA E DO MEU NOIVO.POIS AGORA QUE SERIA CONFIRMADO OU NÃO TUDO O QUE SEMPRE DIZIA E NINGUÉM ACREDITAVA.

LEVAVA COMIGO UM PRESENTE PARA DONA MARIA. UM TERÇO QUE HAVIA GANHADO DE UMA PESSOA MUITO ESPECIAL. SENTI QUE DEVERIA SER DELA.

O DIA AMANHECEU LINDO, DEPOIS DE TANTOS DIAS DE CHUVA. TUDO PARECIA CONSPIRAR SOBRE NÓS! NOSSA PRIMEIRA PARADA EM SÃO LUIZ DO QUITUNDE FOI EM UM POSTO DE GASOLINA. PERGUNTEI A UM RAPAZ SE ELE CONHECIA UMA MENINA QUE HAVIA FALECIDO HÁ POUCO TEMPO E QUE TINHA UMA IRMÃ GÊMEA. E ELE DISSE QUE JÁ ESTÁVAMOS PRATICAMENTE AO LADO DA CASA DELA. NOSSA! QUANTA COINCIDÊNCIA!

 FOMOS ENTÃO EM DIREÇÃO A UMA VILA DE CASAS COLORIDAS, MAS BEM SINGELAS E HUMILDES. MINHA PROFESSORA FICOU ENCANTADA COM SIMPLICIDADE DO LUGAR E EU... MAIS TENSA DO QUE ANTES. MEU CORAÇÃO BATIA MUITO FORTE. DE REPENTE VI UMA MULHER AO LONGE, NA PORTA DE CASA. CRISTINA SUPER ANSIOSA COM O REENCONTRO DISSE: “ BELLA, AQUELA MULHER ALI...NÃO SERÁ ELA?” E EU RESPONDI TEMEROSA: “ É ELA !”
APROXIMEI-ME DE DONA MARIA E PERGUNTEI SE A MESMA LEMBRAVA-SE DE MIM. ELA ME RESPONDEU ASSUSTADA, BALANÇANDO A CABEÇA QUE NÃO! E EU INSISTIA: “TEM CERTEZA QUE NÃO SE LEMBRA DE MIM?” FOI AÍ QUE ELA RECUOU E PRÓXIMA DA PORTA FEZ UM SINAL PARA ALGUÉM QUE ESTAVA DEITADA NO CHÃO DA SALA, COMO QUEM DIZ: “OLHA QUEM ESTÁ AQUI?” A MOÇA DEITADA SE LEVANTOU. ERA A OUTRA FILHA DELA, A SIMONE, QUE SEMPRE VISITAVA A IRMÃ DOENTE. SIMONE ME RECONHECEU DE IMEDIATO!E EU AINDA INSISTIA: “NÃO SE LEMBRA DE MIM DONA MARIA”?”ELA ENTÃO ME DISSE ALGO INCRÍVEL:” NÃO SEI... SÓ SEI QUE MEU CORAÇÃO BATE MUITO FORTE!”DONA MARIA ENTROU EM PRANTOS NESTE MOMENTO. DESTA VEZ NÃO MAIS UM CHORO CONTIDO E SIM UM CHORO COM VONTADE DE EXTRAVASAR TUDO O QUE ESTAVA SENTINDO! E EU... NÃO AGUENTEI, CHOREI COMO ELA!

NÓS ENTRAMOS EM SUA CASA E CRISTINA SENTOU-SE NO CHÃO COM ELA PARA ACALMÁ-LA. EU NÃO PARAVA DE CHORAR, NÃO CONSEGUIA FALAR NADA!MEU NOIVO PARECIA MAIS UM ESPECTADOR, POIS APENAS ASSISTIA ATENTO ÀQUELE MOMENTO. CRISTINA CONVERSOU MUITO COM ELA. FALOU SOBRE MORTE E DEUS. DONA MARIA, SÓ OLHAVA PARA MIM E ME RESPONDIA TUDO QUE CRISTIVA PERGUNTAVA. ELA NOS CONTOU QUE HAVIA SONHADO COM SUA FILHA MORTA E QUE A MESMA PEDIA MUITO PARA QUE A DEIXASSE IR EMBORA. AS OUTRAS FILHAS DE DONA MARIA CHORARAM MUITO TAMBÉM E DISSERAM QUE SENTIA MUITA FALTA DA MÃE, POIS A MESMA SÓ PENSAVA NA FILHA MORTA. FOI TUDO INCRÍVEL!TUDO PARECIA SE CONFIRMAR QUE DONA MARIA PRECISAVA MESMO DE AJUDA! PRECISAVA ACREDITAR EM DEUS! E EU... APENAS DISSE: “DEIXE SUA FILHA IR EMBORA. ELA PRECISA DESCANSAR EM PAZ!”
 CONVERSAMOS MUITO E DEPOIS MINHA PROFESSORA CRISTINA PEDIU A ELA QUE MOSTRÁSSEMOS A FEIRA DE SÃO LUIZ DO QUINTUNDE. E FOMOS TODOS. ELA PARECIA TER MELHORADO. CRISTINA É UMA PESSOA INCRÍVEL! CONTAGIOU COM ALEGRIA TODO MUNDO DA FEIRA. E DONA MARIA, COMO DEPRESSIVA, DEPOIS DE POUCOS MINUTOS DE ALEGRIA, VOLTOU-SE A SUA TRISTEZA. CRISTINA OFERECEU FEIRA E DINHEIRO PARA ELA. MAS A MESMA NÃO QUIS NADA DE NÓS!

LEVAMOS DONA MARIA DE VOLTA PARA CASA E ELA, POR MAIS QUE EU NÃO TENHA FALADO QUASE NADA, ME ABRAÇOU E AGRADECEU MUITO A MINHA VISITA! ENTREGUEI SEU PRESENTE, DE IMEDIATO ELA NÃO ABRIU; APENAS RECEBEU E AGUARDOU MINHA IDA.
 QUE MOMENTO INESQUECÍVEL! VOLTEI PARA CASA CURADA!
                 
 NA OUTRA SEMANA, JÁ BEM MELHOR, ESTAVA EU DE NOVO NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO PARA MAIS UM DIA DE ESTÁGIO. LÁ NO HALL,OUVI ALGUÉM ME CHAMANDO,ERA SIMONE!EU FIQUEI MUITO SURPRESA, POIS TÍNHAMOS NOS VISTO FAZIA APENAS 3 DIAS E JÁ ESTÁVAMOS NOS REENCONTRANDO DE NOVO! APROVEITEI A OPORTUNIDADE PARA DESCULPAR-ME.  POIS, HAVIA ENTRADO EM SUA CASA CHORANDO DAQUELE JEITO E AINDA LEVANDO DUAS PESSOAS QUE ELA MESMA NEM CONHECIA E AINDA DISSE TAMBÉM QUE ACHAVA QUE A MESMA NÃO SABIA O VERDADEIRO MOTIVO DA MINHA VISITA. ELA APENAS DISSE QUE NÃO SABIA MESMO O PORQUÊ, MAS QUE TINHA SIDO MUITO BOM! SENTEI ENTÃO COM ELA E CONTEI TUDO!TODA A MINHA HISTÓRIA! ELA MUITO ATENTA,QUANDO TERMINEI DE CONTAR, FALOU-ME: “QUE INCRÍVEL! NAQUELE DIA MINHA MÃE INSISTENTEMENTE DIZIA QUE ALGUÉM VIRIA VÊ-LA! FOI AÍ QUE ELA TEVE VONTADE IR PARA A PORTA E VIU VOCÊ AO LONGE!” MEU DEUS! FIQUEI ESPANTADA COM ESTE RELATO! TUDO ESTAVA SE ENCAIXANDO!SIMONE AINDA COMPLETOU: “ELANE FICOU INTERNADA MUITAS VEZES E MINHA MÃE SEMPRE A ACOMPANHOU. E EU SEMPRE OUVIA MUITAS RECLAMAÇÕES DE MÉDICOS, ENFERMEIRAS, SOBRE O COMPORTAMENTO DE MINHA MÃE! E VOCÊ EM APENAS DOIS DIAS A ENTENDEU COMO NINGUÉM! E EU APENAS DISSE: “ NADA É POR ACASO SIMONE! EU PRECISAVA ESTAR NO CAMINHO DA SUA MÃE,COMO ELA TAMBÉM PRECISAVA ESTAR NO MEU! EU NÃO SOU MAIS ESPECIAL QUE NINGUÉM;EU APENAS VI ALGO QUE OS OUTROS NÃO QUISERAM VER!” DESPEDIMO-NOS FELIZES E HOJE JÁ FAZ 12 ANOS QUE NÃO AS VEJO.NO ENTANTO,JAMAIS ESQUECEREI O QUE VIVI COM DONA MARIA. FOI UM DOS MEUS MAIORES APRENDIZADOS. NINGUÉM MAIS PASSA NA MINHA VIDA SEM UM OLHAR ATENTO MEU.DESCOBRI QUE NINGUÉM REAGE IGUAL EM UMA SITUAÇÃO DIFÍCIL,ADVERSA;UNS PODEM REAGIR COM TRISTEZA E DESEPERO,OUTRAS PODEM REAGIR AGRESSIVAMENTE.NÃO IMPORTA O MODO DA REAÇÃO  E SIM O QUE ESTAS PESSOAS QUEREM DE NÓS : ATENÇÃO! A PARTIR DESTA QUESTÃO, PASSEI AMAR ENFERMAGEM! POIS CUIDAR E DAR ATENÇÃO AO OUTRO É COMO SENTIR DEUS MUITO MAIS DE PERTO!
 DEPOIS DESTA HISTÓRIA FIZ MEU TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BASEADO NESSE ESTUDO DE CASO. NOSSA! NINGUÉM IMAGINA O QUANTO ENCONTREI  CRÍTICAS! MUITOS DIZIAM QUE EU ERA UMA LOUCA FAZER UM TRABALHO TÃO SUBJETIVO E COMPLICADO COMO ESTE! NUNCA ME ESQUEÇO O DIA QUE APRESENTEI MINHA NOTA PRÉVIA SOBRE O MEU FUTURO TRABALHO (“ O TOQUE TERAPÊUTICO COMO UMA FORMA DE CUIDAR EM ENFERMAGEM: UM ESTUDO COM FAMILIARES DE PACIENTES INTERNADOS NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO.”). HOUVE MUITA POLÊMICA E DISCUSSÕES. REAGI BEM NA HORA, MAS DEPOIS FIQUEI TÃO TRISTE QUE PENSEI EM DESISTIR! MAS NADA É POR ACASO MESMO! NO OUTRO DIA UMA AMIGA MINHA QUE TINHA PERCEBIDO MINHA TRISTEZA, ENTREGOU-ME UM BILHETE QUE DIZIA ASSIM: “ÀS VEZES O MELHOR PRESENTE É AQUELE QUE VOCÊ CARREGA NAS MÃOS O DIA INTEIRO: O TOQUE!” NOSSA! FIQUEI EMOCIADA! MAIS UMA VEZ RECEBI UM SINAL, DESTA VEZ PARA NÃO DESISTIR DO TOQUE TERAPÊUTICO!E NÃO DESISTI MESMO!DEPOIS DESTA HISTÓRIA FORAM MUITAS AS OUTRAS, ANTES DA CONCRETIZAÇÃO DO MEU TRABALHO. SÓ QUE DESTA VEZ EU SOUBE APLICAR COM TÉCNICA, PARA NÃO ME MACHUCAR DE NOVO! E QUÃO SÃO INCRÍVEIS OS EFEITOS DESTE TOQUE!
           
Coração Pensante
Enviado por Coração Pensante em 26/08/2007
Reeditado em 08/12/2015
Código do texto: T624530
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Coração Pensante
Maceió - Alagoas - Brasil, 38 anos
28 textos (1981 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:34)
Coração Pensante