Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PALCO DA POESIA

Todos temos algo a lembrar, e quem conhece meu trabalho literário, já deve ter percebido que sou saudosista!
Mas que encrenca! Será que é coisa incurável?
Bom , mas aqui estou para contar uma história curtinha.
Noite dessas sonhei com um passado remoto.
Naquela minha distante época de pré escola, o tal do jardim da infância, aproximava-se o dia da mães, e "tia" Cidinha resolveu que recitaríamos poemas, em homenagem a elas!
Eu tinha quatro anos.
Lembro-me quando a cortina se abriu, e eu ,havia chorado muito com medo de esquecer os versos decorados.
Apertei os olhos bem "bem forte", e destrambelhei no rítmo perfeito, feito papagaio treinado, fato que até hoje permeia meus sonhos:


"Sou costureira perita!
Faço vestido de chita...
E corto a seda sem medo,
Às vezes um tanto assustada...
Fico um pouco atrapalhada,
Costuro também o dedo."
                         (Desconheço o Autor)

"Clap, clap, clap..."
Meus pais, logo alí na fileira do gargarejo, batiam palmas, em meio a uma multidão à qual meus olhos momentaneamente cegaram.
Foi meu primeiro contato com os versos, e desde aquele dia, nunca mais os abandonei.
Cerraram-se as cortinas do palco...abriam-se as cortinas da vida!
Obrigada, tia Cida!
MAVI
Enviado por MAVI em 05/09/2007
Reeditado em 05/09/2007
Código do texto: T639154

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MAVI
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
5444 textos (340860 leituras)
993 áudios (87034 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 03:42)
MAVI