Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sobe!

Como é que ela pode fazer isso comigo? Aquela vaca! Pombas, e eu sempre fiz tudo por ela. Droga! O bobão aqui caiu direitinho na dela, na maior. E pensar que o Jorge me deu os toques... Quase perdi a amizade dele por conta daquela bruaca. Imbecil! Bobão! Se eu tivesse ouvido o Jorge... Mas ela me paga, ah, me paga. Ela não perde por esperar. Vou falar com o Tonhão e resolver essa parada antes do dia terminar...
Meu pai do céu, que gato! Nossa, e aquela piscada dele, foi pra mim, só pode. A Jô tava atrás de mim... Não pode ter sido pra ela, não pode. Meu Deus, que olhos! E que sorriso!!! ... ah ... não, eu preciso contar pra Teca... Ele tem a barba bem ralinha... do jeito que eu gosto. Meu, que piscada... ah, eu ainda pego aquele homem. Ele ainda vai ser meu, ah, vai...
Putz, se meu pai descobre... Também, onde é que eu tava com a cabeça... Ainda bem que o dinheiro da loja já saiu... se não, eu tava fu... Bom, eu tenho é que arrumar as idéias. Amanhã, eu passo na oficina, pego o carro e passo no pai pra devolver. Depois digo que acabei precisando pra ir numa festa, e como eu tinha que levar a Bia... Putz, mas eu preciso falar com a Bia, ainda hoje e rápido, se não, ela não confirma e meu pai me estrangula. Que droga...
A da Luz faz uns docinhos, nossa... eu acho que eu vou encomendar. Ô, meu pai, obrigada por ter ajudado a minha filha. Senhor Jesus, o Senhor é tão bom... Se o senhor não tivesse dado a ela essa oportunidade. Ô, meu pai, e agora a minha filhinha vai ser médica, médica pra ajudar o Senhor, Jesus, a ajudar outros nessa terra pecadora, meu pai... Muito obrigada... Os docinhos, eu tenho que encomendar os docinhos...
Cara, que gata, uhh... Meu, e que sainha... Nossa... Dava tudo pra poder passar a mão, ah dava... Pena que ela foi embora mais cedo... Mas, também, o tapado do Henrique tinha que dar aquela bola fora, pô... Ah... eu mato aquele tapado... cara ignorante. Ele não sabe ficar de boca calada... Tinha que falar da Deise?! A guria deve ter pensado que eu sou um galinha... que merda! Mas ele me paga, ele vai ver... o Deco vai gostar de saber que o cara deu em cima da mina dele, só... cara, tu é muito malvado... faz isso não...
Vamos ver... o Ricardo vai ficar encarregado dos convidados, mas ele não sabe direito quem convidar, porque a Ana é que tá com a lista... Se bem que a Tícia é que preparou a lista e quer tirar uns nomes, só que como a Ana viajou, sou eu que vou ter que ir atrás dela. Mas, pombas, e eu vou saber onde é que ela tá!?... A Giovana tem cada uma... E o Pedro tinha que dizer que eu sabia... pô... e agora?... que que eu vou fazer?
Não posso esquecer de levar o pão essa noite, se não a Gerusa vai aprontar escândalo de novo... e o Júnior, heim...? Quem diria, escalado... aquele piazinho... até uns tempos atrás ele era um pixote... jogando bola com a gurizada dela na rua, e hoje vai pro Atlético!!!... meu orgulho... ih... acho que eu vou ter que dar mais atenção pra Critinha... Acho que ela vai se sentir mal, o irmão tem tudo do pai, e eu não... não... ela vai ter a atenção do pai... Vou comprar o doce preferido dela e na hora de ir pra cama, eu dou... a Gerusa que se dane... a Critinha merece... com certeza vai chiar, que eu tô mimando demais a garota, mas ela merece... cacete!... “— Oitavo! Sobe!”.
David Scortecci
Enviado por David Scortecci em 28/10/2005
Código do texto: T64524
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
David Scortecci
Irati - Paraná - Brasil, 39 anos
21 textos (1713 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:32)
David Scortecci