Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE AMO É PRA VALER. . .


Quando amo é pra valer, sou doação total, más não te iludas, em fase da lua fui gerada, mudo com facilidade!
Tenho vontades em cada lua, e mudanças inconstante sensível e pontual, sigo impulsos e reações.
Nesse vai e vem em mudanças tudo parece normal se nada mudar nessa união entre amor e juras felicidade total, um belo caso de amor, se algo muda, nesse enlace a dois posso mudar sem problemas a minha forma de ser.
O que era agradável numa vivência a dois, trato logo em desfazer, seja lá o que for de amor ou de implicância isso não vem ao caso, pra mim já não serve mais. Tenho meu espaço em tudo, de ir às compras ou não, tempo para ser só tua, dar carinhos e amar-te.
Se descubro algo errado, o te amo, vira logo te amava! Se me feres com palavras, ou se tentas me iludir a qualquer custo tenho ate pena de ti, e pra minha perdição eu te excluo total o que era tempo de te amar, logo vira sem tempo pra te amar.
Sou como mudanças da lua, nela ate-me espelho nem ligo pra calendário, sigo apenas meus instintos quando amo sou fiel, e só te faço feliz... Mas se me enganas! Sou mais fiel a mim mesma, pois minha personalidade está acima da minha estatura, o que não é nada fácil ser mudada por amor e por nada nessa vida.
Minha solidão, melancolias ou tristezas são muito bem dribladas, sofrer pra mim é mudanças que sempre acompanho em luas, tirando dela a essência em sentimentos nobre sempre vibrante e brilhante mesmo em fases escuras.
Seja cheia ou crescente, sendo nova ou minguante, nunca perco o meu brilho.
Não me ligo a ninguém, pode ser meu ou não! Isso depende da lua que existe dentro de você, entre teus sentimentos e os meus.
Se um dia eu sou tua, e sentir o teu amor, até pode durar nossa grande união.
Mas se pressinto traição! Nem tente me enganar sei muito bem as mudanças, de quem vive a manter casos fora do relacionamento conjugal.
A partir dessa traição você jamais terá paz, pelo menos junto a mim, ou cai fora do meu caminho, ou vai se arrepender, pois não te darei um segundo de sossego.
Só depende de ser meu, não deixe brechas entreaberta pode escapar nosso brilho, e nosso amor ir embora, por entre as brechas e os vãos, nossa verdade morre e vira escuridão.
Sou fiel, más eu te deixo! Se me trai! Tenho um jeito especial de manter esse brilho existente em meu ser.
E se por ironia o cupido me flechar por uma simples atração que mecha com meus sentimentos, levando meu coração a balançar e pulsar mais forte que meu querer! Isso já me satisfaz, aliviando o sofrer.
Eu nunca choro pelo que não perdi!
Pois se nem mesmo era meu! Se o fosse não o teria perdido, nada fere meu coração sou capaz de brincar se meche com a minha emoção sou mulher capaz de tudo pra te ver feliz ou não.
Mas também sou de cortar todo mal pela raiz. Não sou de livre acesso, sou de escolher quem eu gosto desde a minha mocidade, nunca implorei amor.
Se me quebra uma promessa o grande amor que eu tinha vira mágoas que corroeu meu coração, ferindo meus sentimentos! Fujo a minha razão nada me faz voltar.
Nada de fraqueza ou de perdão já é o suficiente pra te esquecer e não te querer mais junto a mim! 

Berioliveira
Enviado por Berioliveira em 13/09/2007
Reeditado em 13/02/2008
Código do texto: T650244

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Berioliveira
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil, 68 anos
789 textos (20656 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 13:39)
Berioliveira