Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O HOMEM

Era tudo silêncio, apesar do barulho da Natureza. Ora, o marulhar das ondas que se espraiavam pela areia branca, Ora, o farfalhar das folhas secas, caidas pelo sopro do vento. E este vento, em rajadas suaves, esvoaçava os cabelos brancos de um homem, diferente dos que muitos que po ali passavam, frequente e rapidamente, sem se dar conta da beleza que envolvia aquele lugar.
Este peregrino especial, se assim podemos chamá-lo, quedo-se sob uma árvore frondosa e pôs-se a meditar:...Observando ao seu derredor, comcluiu de como é bela a Natureza, como é perfeita a obra do Criador!  E, pensando, deteve-se na maior criação-o... Homem.
Certamente ele teria sido criado perfeito e belo como aquele conjunto harmonioso que se descortinava à sua volta. No entanto, o homem que deveria ter se aperfeiçoado, cada vez mais, foi se tornando vaidoso, ambicioso, orgulhoso de suas qualidades e,caminhando em sentido contrário da bela Natureza, chegara à situação que hoje todos podeis observar.
Não deixeis que aqueles defeitos que modificam, cada vez mais o homem, tornando-o materialista e egoista, chegue às raias da cruel indiferença de destruir o que nos resta.
reservai também um momento da vossa caminhada, e perante a excelsa Natureza, comtenplai o belo, preservando-a das nossas necessidades do surpérfluo, rogando-lhe piedade e misericórdia para esta humanidade descrente. Nesta prece, entregai o vosso coração e a vossa promessa de melhorar mais e mais o vosso viver.
Jaubert
Enviado por Jaubert em 25/09/2007
Código do texto: T667584
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jaubert
São Paulo - São Paulo - Brasil, 61 anos
158 textos (6034 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 08:31)
Jaubert