Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Passarela

Havia muito não se amavam mais. Ele bombeiro, ela estudante. Conversavam na passarela que ligava os dois maiores shoppings centers da cidade. A mesma que, ao meio dia, fazia sombra na BR-101. A moça, sempre esperta, ensaiou acabar o affair quatro vezes e, na última delas, teve coragem suficiente em levar aquele drama para o derradeiro ato.

Ele não aceitou. Conjugou inúmeros verbos na primeira pessoa do singular, desenhou gestos ameaçadores no espaço entre eles, quase lhe feriu o rosto. Parecia um louco, chorou inclusive. E ela, que nunca vira homem nenhum chorar, sentiu medo.

Separaram-se, por fim.

Ela jurou nunca mais se entregar a qualquer um. Ele jurou nunca mais cruzar a passarela. Os transeuntes que os assistiam nada notaram, mas também eles tomavam as mais importantes decisões ali em cima, admirando a dança dos carros no asfalto sem flor.

Ah! Aquela passarela cortava-lhes a vida profundamente.

Observando essa mesma vida, ferida de mortal beleza, seguir seu curso; ela sentiu em sua boca um gosto bem bom de viver.
Danilo Reis
Enviado por Danilo Reis em 11/10/2007
Código do texto: T690717

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Reis
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 30 anos
32 textos (976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 23:29)
Danilo Reis