Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A dona da loja



A DONA DA LOJA


Estavam tão perto de mim que não pude deixar de notar:
duas mulheres se encontram, naturalmente conhecidas...
(Embora para uma delas isso importe tão pouco que merece nada mais que um “oi”, melhor oferecido para si mesma que para quem a interroga).
Ingênua, a primeira superdimensiona o valor da outra e insiste em perguntar-lhe coisas que justificam a familiaridade.
Secamente responde a segunda, com monossilábicas expressões e ar de quem daria tudo para interromper a conversa que teima em continuar.
Observo a cena com um misto de piedade e indignação,
tal o nível de descaso e ar de quem se julga superior.
Até que nem creio, mas ouço:
- Estive em tua loja e comprei uma bela calça!!!
Então neste momento, reage a DONA DA LOJA:
- Foi mesmo? Como vai tua família?
E coincidência ou não, um sorriso se abre.
Tão amarelo e apático quanto à DONA DA LOJA.

(Sandra Lima Costa Melo)


Sandra Lima Costa Melo
Enviado por Sandra Lima Costa Melo em 26/10/2007
Código do texto: T710535
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Sandra Melo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sandra Lima Costa Melo
Vitória da Conquista - Bahia - Brasil
76 textos (50581 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 15:51)
Sandra Lima Costa Melo