Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A violência

A VIOLÊNCIA


Estou cansado, a bem da verdade, muito cansado de ouvir falar e ver a violência no nosso dia – a – dia.
Cada político, cada componente da justiça tem sua solução. Contudo,
A violência cresce descabida e desvairada continuadamente.
Todos vislumbram mágicas soluções para arrefecer, conter e acabá-la.
Eles só vislumbram os efeitos, estão cegos para as causas.
Ninguém tem solução para a causa principal, o mal do século, a fome e o comércio das drogas
O apartheid social, a fome, a miséria reinante, o desemprego em massa criam um universo de descamisados, o qual crescem a cada dia.
Países seculares estão com suas economias falindo.
Os grandes políticos não enxergam o evidente que salta aos olhos!
A globalização e o excesso de tecnologia estão dizimando as Economias de países e suas populações em si.
Cresce o universo de traficantes, aumenta a repreensão e o aparato Policial.
Ambos aumentam seus potenciais bélicos, as mortes se fazem Presentes.
Como conseqüência, superlotação carcerária nas delegacias,
Carceragens e presídios. Rebeliões explodem a todos os momentos.
É um inferno total!
Enquanto isso, negociatas entre políticos, banda podre da polícia, da justiça e extermínio diário de jovens e adolescentes se fazem presentes.
Os nossos políticos estão dormindo em berço esplêndido, quando acordarem desse torpor, o país embora com muitas reservas, estará falido e seremos uma nação predominante de mulheres e velhos.
Os jovens foram em sua maioria, ceifados e dizimados pelo tráfico. Onde estarão seus corpos?
Poderemos encontrá-los, nos diversos cemitérios clandestinos da Baixada Fluminense dos grupos de extermínios das polícias, dos traficantes e nos oficiais.
Esperamos que os governantes acordem para que possamos legar um mundo melhor as nossas gerações.


Farick


               

Farick
Enviado por Farick em 03/11/2007
Código do texto: T721761

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Farick
Belford Roxo - Rio de Janeiro - Brasil, 70 anos
69 textos (14353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 15:32)