Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mal-me-quer

Não iria deixar barato. Onde já se viu alguém brincar com os sentimentos de uma mulher e se safar assim? Ah, não com ela. Iria fazer da vida daquele cachorro um inferno. Não lhe daria sossego um minuto sequer. Sabia o email, o blog e o orkut dele. Conhecia os sites que ele frequentava e as pessoas com quem se relacionava. Tinha o site da empresa em que trabalhava, uma multinacional. Iria começar a disseminar verdades e mentiras sobre ele. Várias. Desde as mais simples, críveis, até as mais escabrosas e difíceis de engolir. Insultaria quem entrasse na sua frente e tivesse a audácia de defendê-lo, provavelmente gente da mesma laia. Entraria em sites pornôs e listas de spam e cadastraria o email dele em todos. Adicionaria o perfil dele em sites gays, pedófilos, racistas e até nos doadores de órgãos anônimos. Colocaria a foto dele no cafajestes.com.br, espalharia textos preconceituosos, nazistas, machistas, chauvinistas, narcisistas pela internet como se fossem dele. A profissão, credo e ginástica dela a partir daquele momento seriam persegui-lo, incomodá-lo, humilhá-lo. Aquele insensível aprenderia do pior jeito possível com quem havia mexido. Saberia exatamente quem ela era.

Perigosa. Vingativa. Revoltada. Desesperada. Uma alma partida. Um coração magoado. Ele iria aprender a nunca mais fazer isso com as mulheres. Nunca mais conversaria com garotas pelo msn, chat e email até seduzi-las. Não mandaria poemas para elas. Não diria obscenidades tão necessárias às mulheres carentes. Não as ensinaria a atingirem orgasmos virtuais. Não aplicaria o golpe do Coração Solitário em mais nenhuma divorciada. Não. Era o fim daquele Don Juan de araque.

Enquanto isso, em um lugar distante:

- Issaí, Marquinho. Anotaê meu novo email e messenger: moreno 1435 sedutor arrôba zêdábliuxis ponto com. Tive que mudar por causa duma minaê, sabe cumé qui é né? Um cara goxtoso como eu elas experimentam e não largam mais, hehehe. Depois te passo as fotos que ela me mandou só de calcinha, cê precisa ver. Agora tenho de ir porque a minha mãe ta berrando de novo pra eu terminar meu dever de casa. Falous procê, seu viado.
JLM
Enviado por JLM em 25/11/2007
Código do texto: T751809
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JLM
Anápolis - Goiás - Brasil
308 textos (172522 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/08/17 19:02)
JLM