Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Novembro

Tem chovido muito à noite. Não apenas no telhado da minha casa, mas também, nas tristes calhas da vida.

Cada amanhecer é um pequeno renascimento.

Penso no amor; frágil, como a gota de orvalho que observei certa manhã. O amor torna-se triste nessas noites de chuva, e o frio que nos abraça, possui ares de eternidade.

Já amei imensamente. Pintei sonhos, esperanças, fantasias...

O tempo corroeu minhas pinturas, roubou a cor da tinta e derramou café nas bordas do quadro. Calei meu coração. Dos pincéis fiz cinzas.

Não amo mais.

Hoje, só espero adormeçer. Antes que a chuva me alcance.
Danilo Reis
Enviado por Danilo Reis em 25/11/2007
Código do texto: T751842

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.sitedoautor.net"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Reis
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 30 anos
32 textos (976 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 20:15)
Danilo Reis