Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para refletir.

"O dia de hoje é marcado por algo que não se pode explicar a não ser que se creia num Deus que é fiel para nos guardar de toda situação danosa a nossas vidas."

Pela manhá houve um grande estrondo como nunca se tinha ouvido antes. Era o gerador do prédio central da usina que havia estourado. Escuridão!
Foi o que o estrondo criou!
Naquela total falta de luz foi que veio a nossas mentes a possibilidade de se viver sem a luz do sol.
É incrível mas estamos pensando no sol às 23:42 de um dia frio. Plantas, amimais, seres humanos, todos sofreriam, se por algum motivo o sol não brilhasse ,ais em nossas vidas.
Foi então que percebi duas luzes ao longe. Experei um pouco sabendo de bom iría acontecer, já que pior do que estava não poderia ficar. As luzes foram se aproximando e pude ver duas pessoas. Eram os técnicos que vieram em busca de resolver o problema ocorrido no gerador. Já se aproximava das 00:00 quando o ajudante mais novo num esforço grande para girar a chave que religa o gerador, se feriu e mesmo sem dar nenhum sinal de dor e com sangue escorrendo de sua mão, concluiu o que veio fazer. Trazer a luz para todos nós. E logo a paz que vem com a luz do conforto começou a reinar! Foram ligados os computadores, o ar condicionado voltou a funcionar. Ligamos a cafeteira para tomarmos "aquele" cafezinho que chamamos de habitual mas que na verdade já podia ser considerado um vício. E as horas foram passando, o dia foi surgindo a tal falta de luz que antes era um problema, agora já nem seria mais percebida já que os raios solares iluminavam o ambiente.
Já quase na hora de largarmos do nosso plantão, os assuntos eram diversos mas nem passavam perto do ocorrido na madrugada anterior. Foi então que percebi que nem agradecemos àquele jovem que em nosso favor havia se ferido para que nõs estivessemos vevendo com conforto e tranqüilidade.
Infelismente é assim também quando relembro a história de Jesus Cristo que quando todos nós estávamos em trevas sem saber o que fazer, não exitou em derramar seu sangue para que voltássemos a viver na luz. Sem demontrar dor, foi até o final. E hoje, muitas vezes, lembramos de vários acontecimentos mas poucas vezes nos lembramos do que Ele fez por nós.

"O dia de hoje foi marcado por algo que não se pode entender a não ser que se lembre de um Deus que é fiel e veio à terra para nos livrar de toda situação danosa a nossa vida eterna."

Rio,29/11/07
Carlos Barreto
Carlos Barreto
Enviado por Carlos Barreto em 29/11/2007
Código do texto: T757364

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Barreto
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 42 anos
118 textos (106774 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/08/17 03:05)
Carlos Barreto