CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Coceira na cabeça...

Uma irritação profunda e interminável incomodava a dias dona Loló, arrancara massos de cabelos tamanha era a aflição que sentia. A vizinha sugeriu-lhe com certa preocupação que procurasse um médico, pois uma alergia no couro cabeludo com tal intensidade não havia de ser normal e no meio da conversa perguntou-lhe se tinha freqüentado algum cabeleireiro diferente do habitual ou se tinha usado algum tipo de produto diferente nos cabelos.
- Não não só uso produtos da seda, sempre!
-Olha dona Loló, pode ser que tenham alterado alguma fórmula no preparo, acho que o melhor é fazer contato com o setor de defesa do consumidor e relatar o ocorrido.

-Alô! Olha aqui moça ai, ai, ai!
-Senhora por favor, qual o problema?
-O problema hum, ai...
Este... Ai, só pode ser este xampu... Deu-me alergia na cabeça, ai, ai
-Calma senhora, por favor! Vou chamar meu supervisor, Senhor Tem uma usuária de nossos produtos apavorada ao telefone relatando que nosso xampu causou-lhe uma alergia no couro cabeludo.
-Não é possível! alô! Quem fala, por favor?
-É dona Loló, olha senhor, estou a dias ai, ai com uma alergia na cabeça, só pode ser o xampu!
-Senhora nos passe seu endereço, estaremos enviando-lhe um carro para conduzi-la ao médico.
-Certo, certo, o endereço é...

Uma hora depois dona Loló já estava a caminho do consultório para uma consulta, toda emperiquitada, perfumada e cheia de posse.
Menos de um minuto de observação com uma lupa, o doutor deu seu diagnóstico, com um sorrizinho nos lábios.
-Dona Loló é, é PIOLHO!
Mantendo temporiaramente a classe dona Loló exclama.
-PIOOLHO!
-Sim dona Loló PIOLHO! E muitos!
-Vou receitar-lhe "escabin" é o unico remédio!
-Mais doutor e...a seda?
-Pode ficar tranquila, falo que foi somente uma alergia de grau médio e que está tudo bem.

Totalmente arrasada volta para casa irritadíssima com a irmã que alguns dias atrás havia levado uma criançada para sua casa, onde brincaram na sua piscina e passaram o final de semana por lá. Chegando em casa liga para ela.
-Olha aqui não me traz nunca mais essa criançada aqui em casa, tu acreditas que estou com a cabeça cheia de piolhos?
-Há! Não deve ter sido das crianças não!
-Foi sim, não quero mais eles por aqui.
Meia hora depois toca o telefone.
-Alô é a Loló!
-Dona Loló aqui é do centro de atendimento do consumidor dos produtos seda, gostaríamos de saber como à senhora está?
-É, bom, estou bem! O doutor passou-me um remédinho, fez-me muito bem, até acho que já estou curada!
-Ah! Ótimo, ótimo, muito bom!
-Queria informar-lhe que nosso laboratório analisou amostras dos produtos e esta tudo normal, Ok!
-Sim, sim, tudo bem, tudo bem!
-Olha dona Loló a titulo de cortesia estará recebendo um Kit com todos os nossos produtos, são mais de quarenta tipos diferentes de xampus e condicionadores para sua apreciação, e em nome de nossa empresa pedimos encarecidamente que nos perdoe por este fato, isolado é bem verdade, mais real.
-O que é isso senhor eu é que agradeço profundamente pela atenção dispensada, muito obrigada mesmo.

Tia, essa foi pra acabar!
edemorpin
Enviado por edemorpin em 05/12/2007
Reeditado em 17/07/2010
Código do texto: T765886
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
edemorpin
Porto Seguro - Bahia - Brasil
19 textos (14831 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/14 04:29)