Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Stephanie Puizcova

Stephanie Puizcova, mercenária e mulher da vida, 24 anos de idade, sua beleza é perceptível a milhas, apesar de parecer calma e bondosa sua aparência é sua maior arma pois é uma pessoa capaz de cometer os mais cruéis crimes em busca da riqueza. Tem como único objetivo de vida, enrriquecer não importando como, cada brilhante conquistado é uma vitória e cada vitória a impulsiona mais ainda nessa obsessão.

Nascida em um pequeno vilarejo, sempre foi criada por seus pais sem nenhum luxo, e não se importava com nada disso pois sempre foi a primeira garota a com suas próprias mãos fabricar seus colares e jóias de mentira e isso era tudo o que bastava para lhe satisfazer, nunca ligou para nada de valor.

Até quando já estava mais crescidinha, já com seus 16 anos, andava descalça e vestia roupas que muitas vezes eram rasgadas, não que sua família não tivesse condição, pois seus pais apesar de terem sido muito simples, eram uma dupla de costureiros que faziam serviços para os mais diversos burgueses.

Quando Stephanie fez 17 anos ganhou de presente um colar que tinha um brilho muito intenso que foi dado por seu pai dizendo que havia ganho como pagamento de uma antiga divida de anos, então toda sorridente botou o colar e a partir daí sua vida mudou completamente.

No dia seguinte quando ela acordou, começou logo reclamando do calor que era seu quarto, depois de quantos mosquitos haviam lá dentro, a cada minuto ela reclamava de uma coisa, sua mãe e seu pai ficavam cada vez mais surpresos com as atitudes de Stephanie que não parava de reclamar e aprontar.

Quando já estava para sair de casa, lá pros seus 20 anos, a jovem vendeu algumas das suas roupas que sua mãe havia feito para ela com tanto sacrifício e partiu para algum lugar. A ultima frase que ela ouviu de sua mãe foi, “se é para sair e nos abandonar, vá mais quando voltar é bem possível que não estejamos mais por aqui”, só que Stephanie meio que hipnotizada pelo brilho de sua jóia foi em direção
a cidade.

Chegando lá se deparou com a mais pura realidade, também muita miséria e muita riqueza, prostitutas, mercenários, apressados, trapalhões, mendigos, bêbados e todos os tipos de pessoas, logo viu que teria que se adaptar rapidamente com aquilo, o que não teria sido muito problema pois a riqueza e o poder estavam consumindo sua mente se nem se quer ter tido o gostinho alguma vez. No segundo dia ela estava trabalhando em uma casa de shows adultos, onde conseguiu tirar um bom dinheiro porque era a que mais tinha clientes, só que também a deixavam totalmente esgotada.

Com o passar do tempo Stephanie, foi roubando tanto as pessoas e dando os mais diversos golpes que conseguia acumular grandes riquezas e tinha sempre tudo do bom e do melhor, mas as vezes também não tinha quase nada, pois o jogo e as mais diversas apostas eram seus piores vicios. Após um ano Stephanie quase morreu, pois foi vítima de uma tentativa de assassinato, mas conseguiu escapar ilesa e rapidamente saiu fora daquele local.

Desde então Stephanie está sempre em vários locais, sempre renovando suas jóias, ganhando e perdendo tudo, mas seu colar de brilhantes, aquele que ela ganhou quando jovem nunca se desfez, diz ela que ouve vozes vinda do colar que a orienta na hora de dar seus mais mirabolantes golpes.
Rafael Jank
Enviado por Rafael Jank em 21/01/2006
Reeditado em 21/01/2006
Código do texto: T102109

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rafael Jank
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
328 textos (10273 leituras)
3 áudios (83 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:07)
Rafael Jank