Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FADA FADINHA

      Ela veio meio voraz, meio cadente, aliás, parecia uma bela Criatura, transcendia como pétala mais florilégia, significou um cântico sorvido das estrelas, estelar cingia una como todas às belezas, pensei nela a cada instante, porém vi que era uma musa querendo que a poetizasse, não identifiquei se era a puerilidade de Juliana, ou a graça faceira da inevitável Carine Marilach podia até ser minha querida Josiane quem sabe...
       Tatiane talvez... Liliane quem sabe... Danila ou àquelas que não esqueço só não teço nesta hora...
       Deposi deste delírio voltei a si e entendi que uma força oculta me chamava para uma novap aixão imaginativa, mas que já se fazia ativa!
Edemilson Reis
Enviado por Edemilson Reis em 07/04/2006
Código do texto: T135063
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edemilson Reis
Vespasiano - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
332 textos (127519 leituras)
4 e-livros (593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:40)
Edemilson Reis