Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CELULAR

     estou tomando banho e ouço em meu quarto meu celular tocando sem parar , ele toca insistentemente e assim termino logo meu banho , enrolo-me na toalha e sigo para meu quarto aindaa tempo de atende-lo .
     - alo ?
     - oi dani tudo bem ?
     - oi , tudo joia .
     - dani precisamos conversar .
     - tudo bem me diz onde voce esta
     - em frente da sua casa .
     - entao ta vou te abir a porta .
     Vou ate a porta ainda enrolado na toalha , abro a porta e la esta ela , lindo como sempre ...
     - oi , entra , desculpe meus trajes , mas eh que acabei de sair do banho .
     - ah tudo bem , vem me da um abraço .
     E o abraço eh dado , um abraço forte , quente , porem ao mesmo tempo confortavel e tranquilizante .
     - me da um minuto para que eu me troque , fique a vontade .
     - tudo bem naum tenho pressa
     E vou para meu quarto ainda perturbado por essa aparição repentina , mas as coisas jamais acontecem por acaso , se ela esta aqui eh que devia ser assim .
     Volto para a sala e ela esta sentada e olha-me intensamente .
     - mas diz que bons ventos a trazem aqui ?
     - dois motivos , um saudades . . . ( ela faz uma pequena pausa ) e o outro curiosidade .
     - curiosidade ? curiosidade de que menina ???
     - vim saber se voce escreveu mais algum poema para mim .
     - escrevi sim , mas primeiro o que voce achou dos outros ?
     - dani eu amei tudo aquilo que voce escreveu , aquelas palavras foram finalmente o meio de eu entender tudo o que voce sempre quis me dizer . eu compreendi seu amor amor por mim e eh por isso que estou aqui .
     e naquele instante um sonho antigo torna-se real
     sou beijado , delicadamente , um beijo doce e meigo , como se fosse um inocente beijo de duas crianças .
     e ao final desse beijo ela põe sua mao em meu rosto e fica a olhar-me profundamente , mas eu estou imovel . . .
     - dani ! o que houve ? voce naum gostou ? , porque voce ficou tao quieto ?
     - naum foi nada apenas estou feliz , curtindo o momento .
     - puxa pesnei que voce naum tivesse gostado , foi tao especial .
     e lagrimas rolaram por ambas as faces
     - como ? porque eu naum iria gostar ? se todos esses anos estes momento foi aquilo que mais desejei ? eu te amo e zelarei por ti ate que meu ultimo suspiro de vida esteja dentro de mim . cada segundo de minha vida a partir de agora sera para fazer-te feliz e naum deixar que arrependas de tua decisao .
     - dani voce eh tao maravilhoso . . . eu jamais me arrependerei , so fico triste de naum ter tomado esta decisao a mais tempo .
     - ei tudo bem , na verdade tudo ocorre no seu devido tempo . o agora so existe porque antes existiu algo . aquilo que vivemos , o que sofremos , o que passamos , tudo nos trouxe a este momento . caminhamos na escola da vida sendo preparados para um dia viver o verdadeiro amor , sem errar , sem se arrepender .
     - dani voce sempre parece ter razao . EU TE AMO .

 
Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 30/05/2006
Código do texto: T166234
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:45)
Danilo Vasconcelos