Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Heloisa, minha primeira escola.

Quando reencontrei Heloisa, pensei que ela havia me esquecido.
Fiquei surpreso!
Saudosa Heloisa!
Quanta coisa mudou! amadurecida, envelhecida
não ostentava nada mais inspirador.
Pobre Heloisa, será que ela evoluiu?
Cade seus majestosos jardins?
e os sorridentes gira-sol?
Para onde mandaste tuas suntuosas palmeiras, que ao vento coreografavam um inigualável balé?
Ah! Heloisa acho que voce não gosta mais de cores, passaros e flores?
Como eu você cresceu...
Fui e voltei, você nada mudou, que pena que tú de mim não lembrou.




























































































SIRIO
Enviado por SIRIO em 11/07/2006
Reeditado em 26/02/2011
Código do texto: T191998
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
SIRIO
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 50 anos
131 textos (2201 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 03:05)
SIRIO