Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tendo a lua

Desde pequeno, ele alimentava um sonho impossível: queria ser astronauta, pisar no mesmo solo que Neil Armstrong. Pular sem sentir o peso da gravidade, olhar para a Terra e, emocionado, repetir a mesma frase de Yuri Gagarin: "A Terra é azul", sentindo a máxima liberdade de se desgarrar pelo infinito. Projetava sua felicidade além dos limites do céu. Cresceu e não pensava mais na Lua, mas nos olhos de uma garota que conheceu e por quem se apaixonou. Logo, projetou a felicidade num casamento com aquela doce criatura, com quem sonhava em ter três filhos. Casou e trabalhava no emprego que um dia quis (já vislumbrava outro). Agora, enxergava a sua felicidade dirigindo um carro novo ou viajando para o Egito. Planejava sua vida sempre no amanhã, jamais no agora. Se considerava um visionário e, invariavelmente, conquistava o que almejava, desconhecendo que o preço de receber aquilo que se quer é receber o que um dia se quis.
Os três filhos vieram, o carro novo também. E, num belo dia, lá estava ele diante da Pirâmide de Keops, no Egito. Se pôs a olhar para a sua poderosa silhueta (que o tempo teme) e começou a contar estrelas, percebendo que o alinhamento das três Pirâmides, Keops, Quefren e Miquerinos, em relação ao Rio Nilo era igual ao das Três Marias, em relação a Via Láctea. "Assim na Terra como no céu", suspirou. Então, olhou para a Lua (ou a Lua olhou para ele?) e se deu conta que não havia realizado o seu sonho. Assim, sua vida passou até que a última palavra no Livro de sua Vida foi escrita. Ele abriu os olhos e estava na Lua. Olhou para o lado e lá estava a Terra. Azul, como disse Gagarin. Lembrou de sua esposa, dos filhos e chorou, mas as lágrimas não molhavam seu rosto, pois na ausência da gravidade flutuavam. "Por que choras, filho?", perguntou uma poderosa Voz. "Choro porque não encontrei a felicidade", desabafou. "É porque sempre estiveste olhando para o lado errado", sentenciou a Voz.
Márcio Brasil
Enviado por Márcio Brasil em 13/09/2006
Código do texto: T239102

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Márcio Brasil
Santiago - Rio Grande do Sul - Brasil
181 textos (37058 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 10:30)
Márcio Brasil