Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUNDO CÃO





           Um gato, faminto, encontrava-se em um parque a comer sobra de alimentos...alimentos deixados no chão por pessoas que fizeram piquenique. De repente, ao olhar para trás, viu um pequeno rato que também estava a comer uma pequena parte do alimento deixado no chão.
            – Dividir meu alimento com ratos? Nem pensar! – imaginou o felino que não teve outra reação, senão a de perseguir o pobre ratinho.
            Para ele, dois seriam os motivos para a perseguição.
           O primeiro: quem seria aquele ratinho insolente a roubar-lhe o alimento?
           O segundo: está claro que os gatos são superiores aos ratos e, por dever, deveria persegui-lo, e o fez.
             Depois de ter perseguido o roedor e sem ter conseguido pegá-lo, voltou onde deixara a comida. Mas, lá chegando, nada mais encontrou; um cão havia chegado, comido todo o alimento e já tinha partido.
            O gato, arrependido por ter perseguido o ratinho, continuou com fome. Se, não tivesse perseguido o roedor, se, não tivesse sido tão mesquinho, teria se alimentado e deixado o outro animal se alimentar.
            Isso é para que tenhamos a consciência de que ninguém é superior a ninguém, e que a fome, um câncer que assola muitos países DO TERCEIRO MUNDO, POSSA ENTÃO TER CURA.


  Carlos Alberto de Carvalho

 Todos os meus trabalhos estão registrados na Biblioteca Nacional-RJ.
carlos Carregoza
Enviado por carlos Carregoza em 29/09/2006
Código do texto: T252149
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
carlos Carregoza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
102 textos (5968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:17)
carlos Carregoza