Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PREÇO DA FELICIDADE




     Há muito e muitos anos, onde a história não consegue precisar, um homem tinha toda a fortuna do mundo... jóias, tesouros, e tantas outras coisas, que muitos desejavam mas, por ser algo tão “fabuloso”, não conseguiam, ao menos, sonhar com a tal  fortuna.
     Mesmo com todas as riquezas do mundo, o homem era muito triste, mesmo que tentasse ocultar; nada era capaz de fazê-lo expressar um sorriso.
Ele, depois de um sonho, resolveu procurar um Sábio para pedir-lhe orientação e encontrar o caminho da Felicidade. Mas o Sábio foi bem claro em dizer-lhe que a Felicidade é uma dádiva que só os fortes e puros de coração,conquistam.
     A luta é grande e perigosa e para conquistá-la, o homem tem e deve ter coragem; do contrário, viverá infeliz para sempre, enganando a si mesmo.
     Depois de orientado sobre como encontrar a Felicidade, mesmo sabendo que aquela busca poderia custar-lhe a vida, ele chegou a conclusão de que deveria lutar, e resolveu ir em busca do sorriso, resolveu ir em busca do Viver!
     Não mais se ouviu falar do homem triste, pois desaparecera.
Todos na aldeia se perguntavam onde ele fora parar...
    O tempo passou e nada do homem reaparecer. O Sábio, resolveu ir procurá-lo.
Muitos moradores foram juntamente com o Sábio à procura do homem.
     Encontraram o corpo e, quando todos olharam a face do homem, estranharam que a mesma demonstrava um sorriso. E aquele sorriso tinha sido o primeiro e único que as pessoas conseguiram ver no homem triste. Ele expressou um sorriso no último ato da sua vida.
     E todos, estranhando o último gesto do morto, perguntaram ao Sábio o porquê do homem, em vez da sua face demonstrar tristeza já que deparara-se com a morte, expressara um sorriso.
     Foi então que o Sábio, com sapiência que lhe era peculiar, respondeu-lhes:
    – É muito simples: ele não teve muita sorte, pois morreu lutando para ser feliz.
    – Mas o que quer dizer esse sorriso? – perguntou-lhe um ancião.
    E o Sábio, na maior tranqüilidade, teve a resposta...
       – O homem podia não ter sido um grande guerreiro mas, foi corajoso e  preferiu morrer, do que viver ACOMODADO E TRISTE PARA O SEMPRE!!!



Este trabalho está registrado na Biblioteca Nacional-RJ



carlos Carregoza
Enviado por carlos Carregoza em 27/11/2006
Código do texto: T302959
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
carlos Carregoza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
102 textos (5962 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:00)
carlos Carregoza