Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sonhos de uma noite mágica...


O sol se deitava e a lua cheia encantava a noite com sua fomosura e magia..
Os animais noturnos tomavam seu lugar na paisagem sombria da floresta...
Os caminhos se tornavam diferentes dos que outrora existiam ali.
Tornavam-se únicos e especiais para os que sabiam observar.
Uma clareira próxima a cascata azul da floresta mostrava toda a beleza do lugar...
Águas cristalinas e o reflexo da lua no meio do lago, pedras como banheiras naturais e altares místicos se espalhavam pela harmonia do local...
Sonhos se misturavam a realidade, a paz e o medo se tornavam um, trazendo um prazer inenarrável a quem observava o local...
Estão ouve-se uma música, distante e bela com instrumentos locais escoceses e uma bela fogueira é montada em meio à clareira mágica...
Surgem de cantos diferentes belas moças de pés descalço, uma com frutas, outra com flores... outra com um manto belo e todo adornado com belos bordados e pedras brilhantes... quando surge então na companhia de uma bela coruja branca uma outra, toda de preto e bela como a noite.. seus olhos faiscavam junto ao fogo daquela grande fogueira.
Ela por sua vez carregava uma cesta com muitas ervas, incenso, velas, vinho, taças e um belo caldeirão...
Um altar foi montado perto da fogueira..belo e único..todo especial ... a música não parava..a vida insistia em sorrir para aquela noite mágica...
O altar parecia uma bela mesa bem colocada onde tinham sete taças... e tudo era bem escolhido e iria ser devidamente servido pela senhora de preto... que ao terminar de monta-lo e ao agradecer aos Deuses por aquele momento tirou seu manto e começou a dançar em volta da fogueira... as moças a acompanhavam numa alegria sem igual... os moços tocavam e sorriam incessantemente...
A floresta renasceu de prazer e alegria...
Brindávamos a lua cheia com sedução e música...frutas e amor...
Era tudo perfeito e após terminarmos nossas danças e saudarmos a Mãe natureza, nos despimos, e nuas continuamos a dançar em volta da fogueira..
Agora acompanhadas dos rapazes que lá se encontravam... apenas cantávamos... e batíamos palmas.. a vida se tornou sem pudor e especial...
Após a noite quase ter se findado, nos banhamos nas águas do grande lago... depois bebemos mais vinho... e houveram momentos de puro prazer onde ninguém era de ninguém até o sol nascer e voltarmos para nossas casas na aldeia.. sem que ninguém percebesse fazíamos isso a cada lua em seu ciclo inicial.. e a vida era cada dia mais intensa .... não havia tristeza nem dor, nem realidade..só o amor e os sonhos de uma interminável noite...mágica...
 
Senhora da Luz
Enviado por Senhora da Luz em 20/08/2005
Código do texto: T43989
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Senhora da Luz
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 41 anos
40 textos (5509 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 14:32)
Senhora da Luz