Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amantes eternos


O Sol em seu esplendor
Cobiçou um amor
Que jamais poderia ter.

A Lua no seu encanto
Inocente da sua formosura
Apaixonou-se pela criatura
Que não poderia ser

As estrelas suas testemunhas
Com medo da injustiça
De ver um amor tão bonito
Se acabar no infinito
Da imensidão do céu

E no encanto fez com que
De quatro e quatro anos
A Lua e o Sol
Por um minuto compartilhassem
O amor infinito

E assim observamos a magia
Do amor que era impossível
Tornando-se possível
E acreditando que nada acaba
E sim sempre começa.

O amor nunca morre
Ele renasce.
Ilia Noronha
Enviado por Ilia Noronha em 09/09/2007
Código do texto: T645321
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ilia Noronha César Neta). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ilia Noronha
Manaus - Amazonas - Brasil, 34 anos
609 textos (49741 leituras)
7 e-livros (3259 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 19:37)
Ilia Noronha