Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

In(certeza) de Amor


Naquela tarde Iara estava excitada.
Sentia algo melancólico e arrepiante fremir em seu íntimo.
O dia fora cansativo, e de repente lembrara de Eduardo.
"_Vou convidá-lo para um cinema_ resolveu".
Ligou e marcou o lugar.Ele topou.
Enquanto esperava Iara lembrou-se das outras vezes que se encontraram.
Nunca planejara nada. Encontravam-se sempre no mesmo lugar.
No entanto, pensava ela, tinha prazer em fugir as insinuações de Edu.
Ele, do tipo tímido, não tinha coragem para ir além do que combinavam.
Absorta em seus pensamentos Iara abre uma revista, tenta ler.Não quer pensar.
Não quer planejar nem sonhar.
Causa-lhe melancolia imaginar que tudo poderia ser diferente.
Olha o relógio.Resiste ao impulso de ligar...
O que teria acontecido? Já é tarde...
Iara levanta-se e quando atravessa o corredor da rodoviária esbarra em duas senhoras que correm para alcançar o ônibus que vai partir.
_Droga! Ele não vem!_ Balbucia ela.
Desanimada, começa a subir as escadas que dão acesso à saída.
Vira de repente e tem um sobressalto.Ele estava logo atrás dela.
Sorridente pergunta:
_ A moça vai a algum lugar?
Iara responde sem jeito. Ele continua sorrindo.
Caminham até o carro.Rodam um pouco no trânsito tumultuado, que fora a causa do atraso.
_Que tal esquecermos esse filme?-Propõe Eduardo.
Durante o jantar Iara observa como ele é lindo.
Alto e forte. charmoso, dócil, com uma voz marcante e firme.
Ela sente-se uma estudante ao seu lado.
Depois do jantar ele não a leva para casa, como sempre. Estaciona o carro perto da praia e começam a conversar.
E, de repente olhando-a fixamente, beija-a com ardor. Iara estremece.
Eduardo balbucia algo. Ele também está excitado.
Torna-se audacioso nas carícias.
Seria o vinho do jantar?
Ficam assim entre beijos e carícias por um tempo.
Ele então, interrompe um pouco os beijos, afagos e segue com o carro.
Sem avisar, olha enternecido para Iara e para num motel.



Iara sabe que pode não acontecer outra vez...
Mas nunca vão esquecer esta noite deliciosa!

INEZTEVES
Enviado por INEZTEVES em 12/09/2007
Reeditado em 04/07/2015
Código do texto: T648710
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
INEZTEVES
Japeri - Rio de Janeiro - Brasil
1298 textos (107103 leituras)
290 áudios (28319 audições)
2 e-livros (110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 20:25)
INEZTEVES