Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

num bairro ao lado

NUM BAIRRO AO LADO

Era um sábado de manhã, resolvi dar uma volta por onde nunca havia passado, ainda que não era muito longe de minha casa.
Sai sem rumo, fui andando, logo meu carro começou sentir a diferença, acabou o asfalto.
Rua de terra batida,  mas continuei, as casas começaram a diminuir a qualidade, ainda se via uma  aqui outra ali, com uma calçada, grade na frente, um pequeno jardim, mais, logo a frente uma casa sem terminar, sem a calçada e sem grade, uma criança sentada na frente, vestido simplesmente, pés no chão.Brincava descontraído, como se nada o perturbasse, nem mesmo a diferença de sua casa para com a do vizinho.
Dirigia o carro lentamente, para contemplar a face daquele garoto, a pesar da simplicidade, estava com o rosto limpo, cabelos penteadinho, mas o melhor era a paz que estampava no olhar, sorriso suave, lábios entre abertos, brincava com um carrinho de plástico deste baratos, mas que não lhe tirava o prazer de ter aquele brinquedo, talvez o único. Quando o carro chegou bem de frente de sua casa, levantou os olhos querendo talvez dizer alguma coisa, mas ficou a interrogação apenas nos seus lábios, assim como nos meus.
Quanto mais eu continuava meu passeio, aumentava a desigualdade, a rua foi ficando cada vez menos tratada, já se via água correndo a céu aberto, as casa com menos acabamento, e já apareciam os telhados de telha de amianto, transparecendo o desconforto provocado pelo calor, viam-se as pessoas assentadas fora de casa debaixo das árvores, crianças brincando e aproveitando o galho da árvore para fazer um balanço tosco, mas útil, pois se divertiam
Continuando meu passeio, as crianças curiosas, pois não estavam acostumadas a ver um carro por essas bandas, devido a dificuldade da rua,
Resolvi parar o carro, entabular um diálogo com os garotos, por sorte tinha algumas balas no carro, distribui para a garotada, começaram a se soltarem, falei sobre futebol e varias brincadeiras, alguns já estavam na escola, falamos sobre a importância da escola, perguntei sobre os seus sonhos, Uns queriam  ser jogador de futebol, um outro disse que vai ser caminhoneiro, perguntei por que ser caminhoneiro, eles disse para sair desse lugar, conhecer  o mar, conhecer outros lugares, viajar por todos os lados.
Senti que mesmo sendo ainda garotos, já sentem o desejo de mudança de viva, de sair do infortúnio, da miséria, o sonho de ser caminhoneiro significa voar mais alto e pra longe da vida que vem levando.
Tem algum de vocês que é bom de bola? Por que ser jogador de futebol? Ah! Ser igual ao Kaka, Ronaldinho Gaúcho Ter nome, aparecer na mídia, jogar num clube grande, altos salários e quem sabe Europa.
É o sonho do brasileiro, desde pequeno, voar, aqui já não dá.

JARBAS M. PÓVOA
26-09-07





MARQS
Enviado por MARQS em 26/09/2007
Código do texto: T669796
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
MARQS
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
198 textos (2493 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 06:02)