Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU E O NATAL

Era 23:40 do dia 25 de dezembro.... estava tão solitária... caminhava pelas ruas da cidade... e cada vitrine que olhava via pessoas se confraternizando, sorrindo feliz, cercada de amigos e familiares... e  eu tão sozinha... cada vez mais deprimida...
Fazia anos que não me comunicava com minha família... nem sabia se ainda viviam... e depois da separação e do acidente tudo ficara pior... mesmo me enterrando no trabalho ainda me sentia só.
Por algum tempo até resolveu, mais agora... esse período de festa... de felicidade... de união... me maltratava mais do que esperava.
Peguei um ônibus e nem se quer me preocupei em saber qual a linha, ou quem estava dentro, pra que? Não tinha para onde ir... nem pra quem voltar...
O ônibus estava quase vazio, não fosse pelo motorista, o cobrador, por mim, um casal, e um rapaz, alguns bancos a minha frente, também solitário. O ônibus rodava, e apesar de olhar as paisagens não via nada... meu pensamento voa longe, num outro lugar...
Via uma grama verdinha... um cachorro fofinho brincando comigo, meu pai e meus irmãos... era natal também, em um outro tempo, tempos felizes....
No momento atual, o casal desce... agora éramos quatro no ônibus...
           De repente vejo-me na faculdade... cercada por amigos, rindo, alegre, e... relanceando me deparo com um rapaz... lindissimo... interrogo as amigas que me dizem...
_ ele se chama jhon... que olhos...os olhos que me marcaram pra sempre. nunca acreditei em paixão a primeira vista, mais desde aquele dia... onde passava procurava aqueles olhos em cada rosto, sonhava com ele todas as noites... mas apesar de tanto interesse nunca tive coragem de me aproximar... o tempo passou e minha paixão platonica ficou no silencio... nunca mais vi, depois de uma noite de natal, como aquela, e como desejava reencontrar.
Logo os pensamentos voam novamente... agora estou toda de branco... ansiosa... cercada de amigas... o meu casamento.... estava tão feliz.... parecia que ia explodir... a igreja cheia de flores amarelas e brancas... O Marcos no altar... sorrindo...
Lagrimas correm do meu rosto agora....  os momentos felizes são substituídos pelos tristes... a briga, o acidente, o aborto, dias a fio no hospital, a depressão, a separação, e a solidão.
Sinto o olhar de alguém e procuro saber quem é... então meus olhos cruzam com outros olhos... tristes... mais tão bonitos quanto da primeira vez... reconheço-o imediatamente... é como se tudo tivesse sido nada... um sonho... que o tempo não tivesse passado...
E quando eu o olhei, ele também me reconheceu... talvez não tenha notado antes porque estive olhando para fora e meu perfil não era mais o de 20 anos atrás... vi seus olhos mudarem... ganhar luz... vida... e eu tava tão surpresa que não conseguia reagir... como desejei reencontra-lo, quanto tempo procurei por aqueles olhos... em todas as pessoas na rua... e agora tão de repente...
Ele levantou-se e veio em minha direção... parou diante de mim... e tocou meu rosto....
- ANGELA.... o som de sua voz.. seu toque... seus olhos nos meus... fechei os olhos bem forte...só podia ser ilusão... miragem... devia ser o clima de natal... a solidão...
Mais então porque eu ainda sentia seu toque???... abri novamente os olhos e ele ainda estava lá... também o toquei, e era real...
- senti sua falta... foi o que consegui dizer
Ele então me beijou, desesperadamente, como quem procura por água pra matar a sede, por ar pra sobreviver... meu coração de tão acelerado parecia com taquicardia... meu corpo todo ardia... parecia tudo tão diferente agora ao meu redor e dentro de mim...  sentia como se tivesse sofrido atoa... quando enfim o beijo acabou... podemos conversar sobre nós... e então fiquei sabendo que todo esse tempo, 20 anos, ele esteve só... e a minha procura também...
Então eu soube naquele momento que a felicidade havia voltado... e que aquele seria o primeiro de muitos natais rodeada de sorrisos e felicidades.
midynigth
Enviado por midynigth em 25/10/2007
Reeditado em 31/10/2007
Código do texto: T709356
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
midynigth
Santana - Amapá - Brasil
195 textos (15644 leituras)
3 e-livros (117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 07:59)
midynigth