Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CAVALEIRO DA MORTE I

Bem, estou iniciando aqui uma série de contos sobre o universo do Cavaleiro da Morte. Serão publicações constantes, mas com periodicidade irregular. Espero que gostem!


Capítulo I

Ele embarcou para o inferno. Sem vida, sozinho, ferido. A lua tocando-lhe, suavemente, com a tênue luz prateada; o vento frio e cortante da noite cortando sua pele numa brisa contínua. Não havia conforto aquela noite. Havia solidão. Solidão e dor.
O ser era um jovem, que mal acreditava no que havia acontecido. Que mal suportava a dor que sentia. Mas se dirigia ao inferno, pois assim lhe foi imposto. Carrega seu tesouro no bolso. A vaga lembrança de sua vida, de seus desejos. Agora era apenas escuridão e frio. O inferno era agora seu lar. E ele precisava se acostumar com isso.
Acostumou-se...

O Cavaleiro da Morte sempre foi o mais terrível dos habitantes dos mundos inferiores. Todos o temiam. Um vigilante das trevas. Provocando terror num mundo de trevas. Fazendo do inferno um local ainda mais horrível, ainda mais maligno. Pois nele, só havia sofrimento, solidão, tristeza.
O jovem, que já não era jovem, estava em restos mortais. Um esqueleto imundo, recoberto em carne putrefata e disforme. Vermes habitando seu ser, movendo-se pela pele e pelos órgãos. Uma capa grande e pesada cobria o corpo. Cavalgava um esqueleto de um cavalo. Grande, forte, veloz. Uma enorme foice pendia em suas costas, pronta a dilacerar almas. Era um emissário da morte. Descarregando todo seu ódio, todo seu sofrimento, na morte. Na morte eterna. Na extinção de almas. Matava e a cada dia matava mais. Estava feliz assim.
Ou ao menos, assim pensava.
Mestre Silfer
Enviado por Mestre Silfer em 19/11/2007
Reeditado em 15/06/2011
Código do texto: T743958
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (citar nome do autor e o link original da obra). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mestre Silfer
Ibirité - Minas Gerais - Brasil
21 textos (994 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 07:10)
Mestre Silfer