Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Feitos um para o outro


Diná era muito amiga de Norma, ela estava em são Paolo, quando soube do casamento dela com Agnaldo, ela disse que não poderia perder este evento
Por nada deste mundo. Eram dois amigos de infância que nunca perderam o contato.

Diná também Nasceu em boa esperança; ela saiu de boa esperança, para estudar; por que aqui os pais dela não poderiam dar a ela o que pretendiam E lá perdeu seus pais em um acidente, mas ela se formou, e não quis voltar para sua terra natal, onde também não tinha parentes; Norma ficou muito feliz com a noticia:- Diná vem no meu casamento?  e comentou com alguns amigos, entre eles, Nildo que foi namoradinho dela no tempo da escola também ficou feliz; Sergio brigava muito com Nildo por causa de Diná;

Sergio tornou-se um sujeito mal; e Nildo era e continuou bom; ele pensava que aquelas brigas de criança tinha acabado. Sergio quando soube da chegada de Diná, foi logo ao encontro dela; Diná conversou com ele sem muita emoção, ela não demonstrou se lembrar dele, quando ele falou algumas coisas do passado foi que disse lembrar vagamente. Enquanto conversavam ali, chegou Nildo, e Diná o abraçou, e disse:- você ficou um rapaz muito bonito, deve estar cheio de namoradas, Nildo era um jovem culto, com assuntos interessantes, e o papo rolou.

Sergio saiu dali possesso e falou com seus amigos, que estava levando uma conversa tão interessante com Diná, e o Nildo com seu jeitinho metido a besta, chegou e atrapalhou; mas que ele não descartou a possibilidade de conquistá-la; No dia seguinte foi a festa, Nildo se vestia muito bem em todas as ocasiões de festa, nesta não seria diferente.

Nildo era um rapaz que sabia se comportar meio a sociedade, era muito querido, e por isso Diná o procurou em meio a multidão, já que era bem requisitado; Sergio também estava lá encostado em um canto com um copo na mão, conversando com três rapazes que não eram bem vindos ao meio; na verdade tinha pessoas ali, que preferiam não estar respirando o mesmo ar que eles. Mas eram convidados, talvez por consideração as famílias deles;

Diná pegou na mão de Nildo, e foram para uma mesa, e não demorou muito, um daqueles rapazes saiu em direção a mesa do casal, e derramou uma bebida avermelhada sobre ele se espalhando em seu terno branco. O rapaz não pediu desculpa, apenas disse:- á isso acontece! Nildo pediu licença, se despediu de Diná e disse eu talvez não volte, divirta-se;

Os três sujeitos não ficaram satisfeitos, seguiram Nildo e o espancaram até ele desmaiar foi encontrado por transeuntes e levado para o hospital Diná viajaria no dia seguinte, caso a noticia não tivesse corrido tão rápido a tempo para ela ficar sabendo.
Ela indo em direção ao hospital encontrou nina, uma garota loura linda, que parou Diná e perguntou:- vai ao hospital? Diná respondeu que sim nina voltou a perguntar:- vai ver o estrago que você fez? Diná Falou menina, eu não sei quem você é! E nem sei de que você está falando, pode me explicar? Posso sim, Nildo está no hospital por culpa sua.

Aqueles rapazes bateram nele, a mando do Sergio, por que o Sergio queria ficar com você, e ele caiu no seu jogo de sedução; E o Sergio fez isso para tirá-lo do caminho. Diná saiu e foi até ao hospital, visitou Nildo, e mandou um recado para o Sergio vir encontrá-la, que veio imediatamente;   Ao chegar Diná perguntou:- O que você pretendia com a maldade que mandou cometer com Nildo? Ele tentou responder mas ela não deixou; Ela disse:- não sei se vou precisar ir a policia e dizer que sei quem é o mentor do fato ocorrido, mas mesmo que esse fato não chegue até aos ouvidos do delegado, eu vou ficar de olho, e qualquer coisa que acontecer com ele, eu apontarei você.

Bobagem disse ele:- quando estiver a esta distancia você nem saberá o que estará acontecendo aqui; Diná acrescentou:- É aí que você se engana eu não vou mais embora, amenos que ele não me queira, somos adultos, donos dos nossos narizes, podemos decidir as nossas vidas. Só que enquanto Diná estava tendo aquela conversa com Sergio, a policia já estava no encalço dos bandidos; porque? Quando ele foi socorrido, as pessoas que o socorreram viram um carro sair e o espancamento foi consumado depois dele ter aberto a porta de sua casa, por isso chamaram a policia.

Dona Laura era quem fazia arrumação da casa para ele como diarista; ela foi chamada e ficou assustada com o que viu ou seja, com o que não viu.
Os bandidos aproveitaram para levar tudo de valor que puderam; foram pegos e entregaram Sergio como formador da quadrilha. E devolveram tudo que haviam pego.
Diná não precisou denunciar; - mas seu depoimento foi a chave de todo o mistério

Nildo saiu do hospital com algumas seqüelas temporárias, mas com alguém prometendo ficar do seu lado se ele assim quisesse; Eu acho que naquele momento, Nildo não poderia querer proposta melhor; Diná cuidou de Nildo, até se recuperar, e ela então foi resolver suas pendências e voltar para os braços do seu amado. Nada nem ninguém que impedisse que se casassem, ambos precisava de alguém pois nem um nem o outro tinha família ela perdeu seus pais em um acidente; ele perdeu sua mãe quando era ainda criança, e o pai faleceu recentemente de morte natural; como era filho único, ficou só até Diná aparecer.

Sabe aquele sujeito mal, o Sergio? Com toda a maldade dele, acabou adiantando as coisas; acabou  unindo o casal mais depreca de que se esperava.

Ele, o Sergio sumiu; o pai dele o senhor Venâncio,  jamais aceitaria um filho seu fazendo coisas para envergonhá-lo;

     

       
sterquini
Enviado por sterquini em 24/11/2007
Código do texto: T751121

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
sterquini
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 73 anos
490 textos (28314 leituras)
20 áudios (2915 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 20:06)
sterquini

Site do Escritor