Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Gajo não gostou do 69 hihihihihihi

Ai minhas amiguinhas , então não é que ele foi logo a correr colocar outros poemas!
Fiquei louca quando li, aiiiiiiiiiiiiiiiii  os que ele lá pôs são um sonho. Afinal o gajo é mesmo poeta, quem havia de dizer.
Pois mas ficou tão envergonhado de estar no 69 tanto tempo, que resolveu ter juiso.
Mas estou feliz e sabem porquê? O gajo vem ao meu espaço ler o que escrevo. Hihihihihi  como estou contente.
Xiiiiiiiiiiiiiiiii não me agarrem tenho de fazer um carinho para ele.

Priminho...

Como te amo meu priminho
Se soube-se que aqui vinhas
Dava-te o meu carinho
Mostrava-te as maminhas

Sem ti eu estou perdida
Meu sacana sem vergonha
Nos teus poemas rendida
Sem olhar para a tua “fronha”.... Não tá no Dicionário. Mas quer dizer “face” em bom Português.)  hihihihihihihihihihihihi Isto é cultura.

É loucura este amor
Já um dia me disseram
Eu sei que és um senhor
E já muitas te tiveram

Olha aqui a Baronesa
Que é tua prima carnal
Come e tem a certeza
Esta comida não faz mal

Raio do homem, não vem
Estou com uma fome danada
Ele sabe que me tem
Completamente   xonada  E para mal dos meus pecados ... Sem coiso  que coisa.)    hihihihihihihihihiihihihihihi

Isto não é um poema de amor.... é um poemaçoooooooooo ele vai adorar.
Mas eu sou assim ou tudo ou nada; Bom, confesso na maior parte das vezes sem nada, nem um coisinho para me divertir. Que coisa.

Mas falando da coisa dele, peraaaaaaaaaaaaaaaaaaa aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii não é o que pensam, estou a falar da poesia dele... Que gente esta... Como ia dizendo aquele poema é mesmo para mim, eu senti o mesmo carinho que ele me dá quando vou lá a casa. Verdade, se ele não anda maluco com alguma Vila Flor, ou como raio ela se chama, ainda tenho a graça de ver alguma coisinha, caso contrario “népia”  Vamos lá ao Dicionário, esta palavra quer dizer “ nada ” ou “nadica de nada”, entenderam? Hihihihihihihihihihihi  isto é cultura amigas.
Em suma : Fico a ver navios. hihihihihihihihihihihihi
Mas confesso este gajo se tivesse um pingo de vergonha, me amava só a mim que sou toda boaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa. ( Me   amava ----- não é meamava ok? Ele que mame lá onde quiser ...ora que coisa. )
Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiii amigas isto de escrever dá-me cá uma vontade de trepar... Para cima da cama e sonhar.
Priminhoooooooooooooooooooooooo minha alma ............Por favor me acalma.
O raio do homem nunca vem quando faz falta, será que são todos assim? Ai de mim.
Tenho impressão que a tal Vila flor anda com o gajo, mas eu vou tirar-lhe as pétalas todas. Ela que me espere. Hihihihihihihihihihihihihihi O priminho é só meu e aquela coisa é MINHAAAAAAAAAAAAA e só coisa comigo, que coisa.  Mulherada enxerida.

Baronesa de Vilalice ( Suspirandoooooooooooooo  sem coiso, que coisa. Olha coisando só... Não posso fazer outra coisa hihihihihihihihihihi )





Baronesa de Vilalice
Enviado por Baronesa de Vilalice em 12/05/2006
Código do texto: T155069
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baronesa de Vilalice
Portugal, 52 anos
71 textos (8119 leituras)
12 áudios (5757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:59)
Baronesa de Vilalice